Publicidade
Esportes
Craque

Alegria de uns é frustração de outros no Peladão Verde 2013

Marcadas pelo equilíbrio e bom futebol, partidas da fase eliminatória foram decididas de forma emocionante nas penalidades máximas 28/10/2013 às 07:56
Show 1
Bola quente Fase do “perde-sai” dá emoção a mais no Peladão 2013
Adan Garantizado ---

Alegria e frustração caminharam lado a lado nas partidas deste fim de semana do Peladão Verde 2013. As categorias peladinho, master e principal começaram a disputar os duelos de “perde-sai”. As partidas foram marcadas pelo equilíbrio e boa parte acabou sendo decidida nos pênaltis.

Na tarde desse sábado (26), no campo do Conjunto Oswaldo Frota, na Cidade Nova (Zona Norte), três jogos seguidos terminaram em cobranças de penalidades. No primeiro confronto da tarde, válido pela categoria master, Novo Airão FC (município de Novo Airão) e Curió Master (Cidade Nova), fizeram um jogo muito movimentado sob o calor intenso das 13h30, mas, que não saiu do zero a zero no tempo normal.

Na hora das cobranças de pênalti, o goleiro Arnobrino Cruz, 45, do Curió Master, pegou a última cobrança do Novo Airão, batida pelo atacante Max, e garantiu a classificação da equipe da Cidade Nova. “Quando terminou o segundo tempo eu corri ali com o rapaz que vende bebidas, pedi uma lata de cerveja e a tomei inteira. Este foi o meu segredo para melhorar meus reflexos (risos). Nosso time precisa melhorar muito se quiser ir longe”, revelou o “calibrado” camisa 1 do Curió Master.

Às 15h30, em duelo válido pelo Peladão principal, a Moto Escola FC, equipe formada por diversos instrutores de auto-escolas da cidade, encarou o CSI Inovação, time do bairro Armando Mendes, na Zona Leste de Manaus. O CSI saiu na frente, aos 20 minutos do primeiro, em um chute de fora da área do camisa 30, Júnior.

“Pinto doido” salvou

A Moto Escola empatou aos 26, quando Emerson “Pinto Doido” pegou a sobra e acertou um belo chute no ângulo direito do goleiro adversário. Com os times cansados no segundo tempo, o jogo esfriou e a decisão nos pênaltis foi inevitável. Os jogadores de ambas as equipes converteram as três penalidades da série normal. Na hora das cobranças alternadas, Vagner, meia da Moto Escola, bateu e acertou três pênaltis seguidos. Na sexta cobrança do CSI, o goleiro Davi segurou a batida de Baby, garantindo a Moto Escola na próxima fase.

Lógica contrariada

Também pela categoria principal, e sob o clima mais ameno das 17h, o Jardim Canaranas – dono de uma das melhores campanhas da primeira fase - recebeu o Unidos da Compensa, equipe que foi última colocada entre as classificadas em sua chave na primeira fase. A lógica, porém, foi contrariada. Apesar de a torcida ter comparecido e de o Jardim Canaranas contar com ex-jogadores profissionais como o volante Alberto “Leguelé” (ex-São Raimundo e Fast), a equipe foi eliminada pela garotada da Compensa. No tempo normal, Robson “Robgol”, do Unidos da Compensa abriu o placar. Na segunda etapa, o Jardim empatou em uma cabeçada do zagueiro Dida e levou a decisão para as cobranças de pênalti. Em sua primeira cobrança, o Unidos da Compensa mostrou que estava com sorte. Robson bateu e o goleiro Simonei espalmou para o alto e saiu comemorando o “feito”. Porém, a bola desceu e foi morrer dentro do gol do Jardim. As cobranças seguiram até que Buiú, goleiro da equipe da Zona Oeste, segurou o último pênalti do Jardim Canaranas, batido por Jefter, garantindo assim, a classificação inédita do Unidos.

Publicidade
Publicidade