Sábado, 04 de Abril de 2020
Jogos Escolares

Amazonas conquista 11 medalhas na primeira etapa dos Jogos Escolares da Juventude

O Amazonas foi destaque na fase individual dos Jogos Escolares da Juventude (JEJ) com a conquista de 11 medalhas, sendo seis de ouro e cinco de bronze



IMG-20161114-WA0052.jpg Atletas de várias modalidades conquistaram medalhas nos Jogos Escolares. (Foto: Mauro Neto/Sejel)
15/11/2016 às 15:03

O Amazonas conquistou 11 medalhas na fase individual dos Jogos Escolares da Juventude (JEJ), sendo seis de ouro e cinco de bronze.  Os atletas campeões vieram da luta olímpica, judô e do atletismo; e na terceira colocação, ficaram atletas da natação, tênis de mesa, judô e luta olímpica. As disputas aconteceram na cidade de João Pessoa – Paraíba, desde o dia 10 até o último domingo (13).

Medalhistas



Os medalhistas de ouro dos Jogos foram: Amanda Cruz (Atletismo/Lançamento de Dardo), Maria Taba (Judô), Diana Alves, Greyce Kelly, Felipe Araujo (Luta Olímpica) e Paulo Artur, Lauro Bezerra e Sabrina Gama (Luta Olímpica/Por equipe). Já os medalhistas de bronze foram: Jade Campos e Brenda Macena (Tênis de mesa Individual/Por equipe), Paulo Artur (Luta Olímpica), Stephany Rodrigues (Natação) e Iavan Fonseca, Wandreson Souza, Filipe Filho, Davi Oliveira, Jhonatan Ribeiro, João Moura, Marcelo Campbell e Francisco Lima (Judô/Por equipe).

A campeã, Maria Taba. (Foto: Mauro Neto/Sejel)

A judoca Maria Taba, 17 anos, conquistou mais uma medalha dourada nos Jogos. No total são duas de ouro, uma prata e uma de bronze no período de participação destes últimos 4 anos.

Desta vez, a aluna-atleta venceu por ippon as rivais do Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Distrito Federal, Ceará e São Paulo, cinco no total.

“Estou muito feliz por ter ganhado todas as cinco luta por ippon. É o meu ultimo JEJ, já fui campeã em 2013. Me despeço com muita felicidade”, declarou a atleta que também integra a seleção amazonense de judô e estuda no Colégio Dom Bosco.

Stephany conquistou inesperada medalha e bronze.  (Foto: Mauro Neto/Sejel)

Stephany Rodrigues, medalhista de bronze na competição, nos 100 metros borboleta, com o tempo de 1’06’66”, disse que ficou surpresa com a medalha conquistada. “Eu sabia que seria uma competição pesada porque eu não estava treinando especificamente para ela. Enquanto eu estava lá, treinava forte para o campeonato brasileiro” Stephany está com seu foco para o Troféu Carlos Campos Sobrinho, que acontecerá entre os dias 30 de novembro e 03 de dezembro, em Curitiba - Paraná.

Na próxima terça-feira, dia 15, começarão as disputas das modalidades coletivas, e o Amazonas terá representantes no basquete, futsal, handebol e vôlei.Os estudantes-atletas contam com o apoio do Governo do Amazonas, via Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel) e Secretaria de Estado de Educação (Seduc). 

*Com informações da Assessoria


Mais de Acritica.com

4 Abr
Ueslei_Marcelino_4C6765CD-89B7-4D96-B86D-6018C1480441.JPG

Câmara aprova PEC do orçamento de guerra

04/04/2020 às 14:47

A Proposta de Emenda à Constituição cria um regime extraordinário fiscal, financeiro e de contratações para enfrentamento da calamidade pública nacional decorrente de pandemia internacional.


Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.