Domingo, 15 de Dezembro de 2019
COMPETIÇÕES

Amazonas conquista 17 medalhas no 2° dia de competições nas Paralimpíadas Escolares

Com esse resultado, a delegação baré soma 33 medalhas nos dois dias de competições. O evento encerra nesta sexta-feira e com mais conquistas à vista.



menina_agora_E7617650-6403-4DD8-9C50-C7FE5894A8E9.JPG A competição acontece na cidade de São Paulo, em São Paulo (Foto: Divulgação)
23/11/2018 às 11:37

Os estudantes paratletas amazonenses seguem brilhando nas Paralimpíadas Escolares em São Paulo. Nesta quinta-feira, segundo dia de competições, as feras do paratletismo amazonense conquistaram 16 medalhas, sendo sete de ouro e nove de prata, desta vez nas provas do lançamento do disco, arremesso do peso, 150 metros, 250 metros, 400 metros e tênis de mesa. Com esse resultado, a delegação baré soma 33 medalhas nos dois dias de competições. O evento encerra nesta sexta-feira e com mais conquistas à vista.

Uma dessas medalhas foi conquistada pela estudante do 7º ano Ensino Fundamental, Ana Beatriz Nascimento Moreira, 13, que ficou com a prata na prova dos 150 metros T12 (deficiente visual) Sub-14, com o tempo de 30’86”, e foi conduzida pelo guia e técnico, Joaquim Filho. Com o feito, ela encerra sua primeira participação nas Paralimpíadas Escolares com três medalhas, sendo que ela ficou com duas medalhas de pratas no primeiro dia de competição.



“Felicidades para mim, porque é a primeira vez que participo. É uma sensação muito boa. Meus pais estão muito orgulhosos de mim”, declarou a jovem estudante, ao ressaltar que é a primeira vez que viaja de avião e se distancia temporariamente dos pais. Assim como boa paratleta, ela garante que é ótima estudante na E.E.Professora Hilda Azevedo Tribuzy.

Das 12 modalidades disputadas nas Paralimpíadas Escolares deste amo, a delegação do Amazonas disputa em três (atletismo, bocha e tênis de mesa) com resultados satisfatórios para a equipe.

De Parintins para todo o Brasil

O “menino de ouro” de Parintins, no tênis de mesa, Kael de Souza Modesto, 14, não tomou conhecimento do adversário representante do Distrito Federal e venceu por 3 a 0, com impressionantes 11 x 0, 11 x 3 e 11 x 0. Ele confessou, após a partida, que esperava pelo resultado devido aos treinos praticados na terra dos bois Garantido e Caprichoso.

“Eu queria honrar o meu Estado e consequentemente a minha cidade e ganhar as medalhas”, declarou, ao ressaltar que no dia anterior já havia conquistado outro ouro, mas em duplas. Agora, Kael, que estuda no Ceti Deputado Gláucio Gonçalves, retornará a Parintins com duas medalhas douradas no peito.

A técnica de Kael na competição, Hélida Cardoso,  não conseguiu esconder a emoção pela conquista e atribui o grande desempenho do jovem promissor ao técnico dele na escola. “Estou muito feliz, muito feliz mesmo. É a primeira vez que Parintins participa de uma competição dessas e já levar duas medalhas de ouro é uma honra muito grande. O professor Jorge Andrade é um parceiro muito grande na escola.

Mais um ouro

Conquistando a terceira medalha nos jogos, o paratleta João Lucas dos Santos, 13, arrastou o ouro, nesta quinta-feira, na prova do arremesso do peso F37 (paralisia cerebral) Sub-14, com a marca de 6,89m. Na última quarta-feira ele já havia conquistado o ouro no lançamento da pelota e prata no salto em distância.

“É uma sensação muito boa, por causa do meu desempenho e as dicas do professor. Meus pais vão ficar muito felizes”, declarou o jovem paratleta que cursa o 7º ano do Ensino Fundamental na E.E. Coronel Pedro Câmara (CMPM 8) e que participa pela segunda vez das Paralimpíadas Escolares.

Satisfeita com a prata conquistada, a estudante-paratleta Clarice Yaeko Cardoso Hazaoka, 17, ficou com a segunda colocação na prova do lançamento do disco F34, com a marca de 2,41m e soma a segunda prata em dois dias de competições, pois no primeiro dia ela ficou como a prata no arremesso do peso.

"Eu não esperava pelo resultado, pois eu estava treinando pouco, mas valeu a pena o resultado", comentou a estudante da E.E. Romero de Miranda Leão. Nesta sexta-feira (23/11) e último dia de competições paralímpicas, ela espera aumentar as conquistas de medalhas na disputa do lançamento do dardo. 

MEDALHAS

- Camili Vitória da Silva Guedes, 15 (guia Joaquim Filho) –  prata nos 250m - F13

- Ana Beatriz Nascimento Moreira, 13 (guia Joaquim Filho) –  prata nos 150m - T12

- Wesley Emerson Carvalho de Oliveira, 12 (guia Joaquim Filho) – prata nos 150m - T12

- Nicole Nataly de Figueiredo Ordones, 15 –  ouro no lançamento do disco - F37

- Matheus Stevens Farias Dias, 15 –  prata nos 150m - T46

- João Lucas dos Santos, 13 –  ouro no arremesso do peso - F37

- Clarice Yaeko Cardoso Hazaoka, 17 – prata no lançamento do disco - F34

- Lucas Amorin de Matos, 17 – ouro no salto em distância T45 e ouro nos 400m -  T45

- Kael de Souza Modesto, 14 –  ouro no tênis de mesa – C9

- Richard Hyller Santos de Oliveira, 13 – ouro nos 150m – T47

- Rosilângela Duarte de Lima, 16 –  ouro no lançamento do disco – F13

- Pablo Kauã Nogueira Ramos, 14 – prata no arremesso do peso – F13 


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.