Publicidade
Esportes
Craque

Amazonas conquista cinco medalhas na 3ª etapa do Circuito Brasileiro paralímpico

A delegação amazonense fez bonito e conseguiu bons resultados durante o campeonato que aconteceu entre os dias 7 e 8 de novembro, em São Paulo 09/11/2015 às 17:52
Show 1
Brendow foi o segundo lugar na etapa e na somatória de seus resultados, fechou 2015 como primeiro no ranking nacional de sua categoria
Camila Leonel Manaus (AM)

Os sete atletas do Amazonas que participaram da 3° fase Nacional do Circuito Caixa Loterias Paralímpico de Atletismo e Natação, durante o fim de semana, voltaram com as malas mais pesadas. Isso porque eles faturaram cinco medalhas para o estado: um ouro, três pratas e dois bronzes.

No halterofilismo, José Ricardo, faturou a medalha de prata na categoria acima 107kg e Eduardo Dantas conquistou o bronze na categoria até 46 kg. O ouro veio no lançamento de peso olímpico com Rivander Santos na categoria F36, portador de paralisia cerebral. No lançamento de peso também conquistaram medalhas Brendow Santos, com a prata, na categoria F12 e Dernival Santos, também na categoria f12, ficou com o bronze.

Apesar de ter ficado com o segundo lugar, Brendow Santos é o primeiro colocado no ranking brasileiro da sua categoria. O atleta de 20 anos contou que a competição teve um alto nível técnico, mas que dores no braço atrapalharam o seu desempenho.

“O nível técnico foi alto, fiz bons treinos e tudo, mas senti um pouco o braço. A competição foi boa, mas eu fiquei em segundo por vacilo meu. Erros técnicos meus que me trouxeram para segundo. Tinha melhorado minha marca para 39.51 esperava acima de 41metros. O que eu vinha fazendo em treino, mas não consegui encaixar no dia”, explicou.

Para o atleta agora, é focar em 2016 e caprichar nos treinos para melhorar a sua marca. Brendow não ficou com o título, mas garantiu por mais um ano o benefício do Bolsa Atleta, do Governo Federal.

Outro medalhista, Dernival Santos, conseguiu o bronze ao lançar 11.7 metros e mesmo com a dificuldade imposta pelos atletas estrangeiros que foram convidados para a competição, ele conseguiu chegar ao pódio.

“Para mim, foi muito importante. Eu melhorei a minha marca, estava participando com estrangeiros, que são outro nível, mas consegui ganhar uma medalha. Isso é muito importante para mim”, contou.

Na natação, Jean Dias ficou na quarta colocação. Para Getúlio Filho, presidente da Federação de Esportes Paralímpicos do Amazonas (FEPAM), os resultados foram satisfatórios.

“Era o esperado. Foi muito bom. Não foi ótimo porque queria que eles conseguissem uma vaga para a Copa do Mundo que será no ano que vem e é um evento teste das paralimpíadas, mas a temperatura lá estava n casa dos 19 graus, é frio, um ambiente totalmente adverso ao que estamos acostumados”, declarou.


Publicidade
Publicidade