Domingo, 22 de Setembro de 2019
DESTAQUE

Amazonas encerra participação nas Paralimpíadas Escolares com 43 medalhas

Nesta sexta-feira, foram sete medalhas conquistadas, sendo quatro de ouro, duas de prata e uma de bronze



esporte_EB7062A3-4EF4-443E-B6B2-63E997A1BBB1.JPG Foto: Divulgação
23/11/2018 às 18:16

A delegação do Amazonas de estudantes paratletas encerrou sua participação nas Paralimpíadas Escolares, em São Paulo, com 43 medalhas conquistadas e alguns feitos inéditos para o paradesporto amazonense, como a de uma estudante, que foi homenageada como paratleta destaque da competição e a bocha, que mesmo ficando em quarto lugar, foi a primeira vez que a modalidade chegou à final.

Nesta sexta-feira, foram sete medalhas conquistadas, sendo quatro de ouro, duas de prata e uma de bronze, nas modalidades do lançamento do dardo, lançamento da pelota e lançamento do disco.

Um dos grandes feitos do dia não rendeu medalha, mas colocou o Amazonas no cenário da bocha nacional, com o estudante Rômulo Santos, 14, da Escola Estadual Rita de Cássia. Portador de artrogripose (malformação das articulações do bebê, ocasionando limitação de movimento e menor força muscular) ele chegou à final da modalidade após vencer, ainda no chaveamento, a primeira partida diante do paratleta de Goiânia e perder para o representante do Distrito Federal. Na decisão da medalha de ouro, ele acabou perdendo para o representante do Rio Grande do Sul, mas o resultado foi considerado satisfatório para seu técnico, Joaquim Filho.

“O Rômulo foi descoberto numa seleção onde eu tinha que saber em qual esporte ele se encaixava e pra mim foi uma surpresa. É uma avanço muito grande para a bocha amazonense. O que falta é investimento”, declarou Filho ao fazer uma avaliação do desempenho da modalidade nas Paralimpíadas Escolares deste ano:

“O Amazonas estava no zero na bocha, ano passado, e esse ano sai daqui com um resultado bom. Se houver um trabalho para 2019, eu creio que iremos fazer, vamos participar do Regional Norte para buscarmos mais conhecimentos e colocarmos esses três na reta final, que são os jogos escolares. Se tivéssemos apoio do Governo do Estado em investir no esporte parapímpico o resultado teria sido outro”, frisou o treinador amazonense ao destacar também outros dois estudantes paratletas amazonenses na bocha: Moisés Viana, 13, e Camile Almeida, 14. 

Paratleta de destaque

 A paratleta Clarice Yaeko conquistou a prata no lançamento do dardo nesta sexta e ela já havia conquistado outras duas pratas nos outros dois dias anteriores (lançamento do disco e arremesso do peso), mas foi uma homenagem de “Paratleta de Destaque”  que surpreendeu tanto a delegação amazonense quando a própria estudante. Sem esperar pela premiação, ela ficou muito emocionada e chorou bastante ao receber o troféu.

Os outros medalhistas do último dia de competição foram: Camili Vitória (ouro no lançamento do dardo); Nicolke Nataly (ouro no lançamento do dardo); Geovana Campos (bronze no lançamento da pelota); Pablo Kauã (ouro no lançamento do disco); Anne Maryanne (ouro no lançamento da pelota) e Rosilângela Duarte (ouro no lançamento do dardo).

‘Camping’

Os 20 paratletas com melhores índices técnicos no atletismo serão escolhidos para participarem do “Camping Escolar Paralímpico” que será realizado no CT Paralímpico, em São Paulo, entre os dias 29 de janeiro a 6 de fevereiro e de 25 de maio a 3 de junho de 2019,  com grandes possibilidades dos paratletas do Amazonas estar entre os convocados.

Medalhas conquistadas

·       Camili Vitória da Silva Guedes, 15 (guia Joaquim Filho) –  prata nos 250m;  ouro nos 75 metros  e ouro no lançamento do dardo; (T11)

·       Ana Beatriz Nascimento Moreira, 13 (guia Joaquim Filho) –  prata nos 150m; prata nos 60 metros e bronze no arremesso do peso;

·       Wesley Emerson Carvalho de Oliveira, 12 (guia Joaquim Filho) – prata nos 150m; prata no lançamento da pelota e bronze  nos 60 metros (T12)

·       Nicole Nataly de Figueiredo Ordones, 15 –  ouro no lançamento do disco ; ouro no arremesso do peso e prata no lançamento do dardo (F37)

·       Matheus Stevens Farias Dias, 15 –  prata nos 150m  (T46)

·       João Lucas dos Santos, 13 –  ouro no arremesso do peso; ouro no lançamento da pelota e prata no salto em distância (T37)

·       Clarice Yaeko Cardoso Hazaoka, 17 – prata no lançamento do disco; prata no arremesso do peso e prata no lançamento do dardo (F34)

·       Lucas Amorin de Matos, 17 – ouro no salto em distância T45;  ouro nos 400m e ouro nos 100 metros (T45)

·       Kael de Souza Modesto, 14 –  ouro no tênis de mesa – C9

·       Richard Hyller Santos de Oliveira, 13 – ouro nos 150m; ouro nos 60 metros e ouro no salto em distância (T47)

·       Rosilângela Duarte de Lima, 16 –  ouro no lançamento do disco; ouro no arremesso do peso e ouro no lançamento do dardo (F13)

·       Pablo Kauã Nogueira Ramos, 14 – prata no arremesso do peso; ouro no lançamento do dardo e ouro no lançamento do disco (F13)

·       Anne Maryanne Pereira -    ouro no arremesso do peso; prata nos 60 metros e ouro no lançamento da pelota (F56)

·       Kael de Souza Modesto - ouro no tênis de mesa em dupla - C9

·       Geovana Campos Souza - prata nos 60 metros; bronze no lançamento da pelota  e bronze no arremesso do peso  (T35)


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.