Quinta-feira, 02 de Abril de 2020
ARENA DA AMAZÔNIA

Amazonas FC garante liderança do Barezão após empate com o Manaus

Partida que terminou em 1 a 1 teve três pênaltis. Resultado garantiu a liderança do primeiro turno para a Onça Pintada da Zona Leste. O Gavião do Norte ficou na vice-liderança



3e0752c2-17fd-4519-b485-be68b152959d_7AB05D70-83B9-4634-92FC-1A28D6B82EBD.jpg Foto: Sandro Pereira
20/02/2020 às 22:35

Em jogo de três pênaltis, o Amazonas FC e o Manaus ficaram no empate por 1 a 1 na noite desta quinta-feira (20), na Arena da Amazônia. De pênalti, Diego Torres anotou para Onça Pintada; Gabriel Davis carimbou para o Gavião do Norte na partida válida pela sétima rodada do Estadual.

Com o resultado, a predadora da Zona Leste mantém a invencibilidade em 12 jogos oficiais em 10 meses de fundação. O time aurinegro ainda vai disputar as semifinais da elite do futebol contando com a vantagem do empate por terminar o turno na ponta da tabela 17 pontos.



O Verdão da Capital permanece na vice-liderança, com 15 pontos, e encara o terceiro colocado, Fast Clube, nas semis do Amazonense.


Foto: Sandro Pereira

Empate com sabor de penalidade

Trocando passes na defesa, o Amazonas FC buscou a mesma estratégia de chegar de pé em pé à meta esmeraldina. Apostando na velocidade, a Onça Pintada, aos 6 minutos, teve a primeira escapada pela direita com Vitinho, que invadiu a grande a área e foi derrubado por Derlan, sendo marcado o pênalti. Na marca da cal, Daivison bateu à meia altura pra defesa de Jonathan. No rebote, o camisa 19 da Onça foi parado mais uma vez pelo arqueiro do Manaus.

Sem a bola, o Manaus seguia compactado e fechando os espaços para as investidas da predadora da Zona Leste. Aos 23 minutos, saindo como valvula de escape Vitinho cavou falta na meia lua; Diego Torres foi na cobrança e passou por cima do ângulo esquerdo de Jonathan.

Na volta do intervalo, o panorama do confronto seguia com o time aurinegro sufocando o esmeraldino. Aos 3 minutos Diego Torres na linha de fundo cruzou para Daivison escorar de cabeça pra fora.

E pressionando mais uma, vez aos 7 minutos, Vitinho na grande área deixou Spice na saudade, que fez a falta e mais uma vez foi assinalado penalidade máxima. Na cobrança, Diego Torres, aos 9 minutos, abriu o placar.

Com três modificações no inicio do segundo tempo, aos 22 minutos Paulinho Simionato deu as cartas e apareceu pra finalizar após receber passe de Janeudo. No minuto seguinte em mais uma surpresa o camisa 9 do Gavião mandou de cabeça nas mãos do arqueiro Oliveira da Onça.

Melhor na partida e pressionando a defesa aurinegra, Paulinho Simionato achou Renan dentro da grande área que deu o corte em Rubran que fez a falta pra arbitragem assinalar o penal. Aos 43 minutos Gabriel Davis deslocou o goleiro Oliveira e carimbou o canto esquerdo pra empatar o jogo.

News 48367672 1136721996505445 2342939255929569280 n 2dad860c 0057 4e2e b7f5 f53181960f2f
Repórter do Craque
Jornalista formado na Ufam, campus de Parintins. Estudante de pós-graduação em jornalismo esportivo na Universidade Estácio de Sá. Repórter do Caderno de Esporte ‘Craque’ de A Crítica desde novembro de 2018.

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.