Terça-feira, 25 de Fevereiro de 2020
BAREZÃO

Amazonas fica atrás duas vezes, mas arranca empate contra o Nacional

Clubes chegaram aos quatro pontos e terminaram a rodada atrás do líder Manaus na tabela de classificação



WhatsApp_Image_2020-01-26_at_19.02.38_FD39DA72-72B4-46DF-AB87-59F42AE1C2A0.jpeg Foto: Sandro Pereira
26/01/2020 às 19:23

Na Arena da Amazônia, ficou tudo igual no 'duelo de predadores'. Pela segunda rodada do Barezão 2020, Amazonas e Nacional empataram em 2 a 2 - para a Onça Pintada da Zona Leste, marcaram Denis Pedra e Daivison. Klécio e Jordan fizeram para o Leão. Com o resultado, ambas as equipes chegaram aos quatro pontos na tabela.

Atrás do placar por duas vezes, o Amazonas viu Daivison fazer o gol que concretizou o empate. "Todos os gols são importantes. Ainda mais quando você está atrás do placar. Fico feliz de estar entrando e podendo ajudar meus companheiros", afirmou o atacante, que foi o autor do primeiro gol da história do clube.



Sucesso pelo alto

Na Arena, chegavam para a partida dois times em busca da segunda vitória no Barezão. Visando repetir o sucesso da estreia, quando venceu o Fast por 2 a 1, a Onça Pintada da Zona Leste dominava as ações. Com menos de 5 minutos de jogo já eram duas chances claras perdidas, com o atacante Jack Chan e o lateral-direito Magnum. 

O atacante, inclusive, foi quem chegou mais perto de marcar pelo lado da Onça na primeira etapa, quando explodiu bola no travessão aos 29 minutos. Mas era o Nacional quem abriria o placar. Charles bateu escanteio 'açucarado', Klécio subiu mais alto que todo mundo para 'testar' firme e deixou o Leão da Vila Municipal na frente.

Emoção até o final

O início da segunda etapa repetiu o roteiro do início do primeiro tempo. Com a desvantagem no placar, a Onça era ainda mais agressiva buscando o empate. A superioridade deixou até o setor defensivo do Leão nervoso, com jogadores discutindo entre si. O gol do time estreante na elite do Barezão parecia questão de tempo. E foi.

Aos 14, jogada ensaiada na cobrança de falta. Maikon Leite rolou, Denis Pedra encheu o pé, contou com falha de André Regly e empatou a partida. O Naça sentiu o gol, dava espaços e o Amazonas pecava na hora último toque para virar a partida. E como diz o ditado, quem não faz, leva.

Aos 38 minutos, Manteiga alçou a bola na área, ela passou por todo mundo e encontrou o zagueiro Jordan, que completou para o gol. Porém, o 2 a 1 durou pouco. No lance seguinte à saída do meio, Maikon Leite levou pela direita e cruzou na cabeça de Daivison, que deixou tudo igual na Arena da Amazônia.

News leonardo 9028af08 26fb 4271 b322 4409cded8370
Repórter do Craque
Jornalista em formação na Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e repórter do caderno de esportes Craque, de A Crítica. Manauara fã da informação e que procura aproximar o leitor de histórias – do futebol ao badminton.

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.