Quarta-feira, 01 de Abril de 2020
Craque

Amazonas promoverá sua 1ª Maratona em 2015, diz Sejel

Após sucesso da 3ª edição da Meia Maratona do Amazonas e Corrida Sejel, que contou com cerca de quatro mil atletas, secretaria confirma prova de 42km no ano que vêm 



1.jpg 3ª edição da Meia Maratona do Amazonas será no meio do ano e a Maratona acontecerá em dezembro.
01/12/2014 às 15:20

Finalmente os amantes das corridas de longa distância terão um desafio à altura de sua resistência física: a Secretaria de Estado da Juventude e Lazer (Sejel) confirmou que promoverá a Maratona do Amazonas em 2015. O anúncio veio pouco antes da largada da Meia Maratona do Amazonas e Corrida Sejel, realizada no sábado (29) na ponte Rio Negro. A prova deverá ocorrer em novembro do ano que vem, fechando o calendário esportivo no Estado.    

A confirmação veio por meio do secretário-executivo da Sejel, Ricardo Marrocos, que aproveitou a presença dos quase quatro mil participantes das provas de 7 quilômetros (km) e 21 km pouco antes da largada. “Em 2015, vamos antecipar a meia maratona para o meio do ano e, em novembro, faremos a maratona, no percurso de 42 km”, afirmou Marrocos.



Considerada a prova mais nobre do atletismo, a Maratona tem a distância de 42 mil metros e se originou de forma curiosa. A corrida recebeu esse nome em homenagem a lenda grega do soldado Feidípedes, um mensageiro do exército de Atenas, que teria morrido de exasutão após correr cerca de 40 quilômetros para contar sobre a vitória dos exércitos atenienses sobre os persas.

Uma das mais longas, desgastantes e difíceis provas do atletismo, a maratona é, ininterruptamente, uma prova olímpica desde a primeira edição dos Jogos Olímpicos, em Atenas, em 1896. Hoje, pelo menos 500 provas do tipo são disputadas em todo mundo, o que comprova a popularização do evento.

Meia Maratona e Corrida sejel

Cerca de quatro mil atletas participaram das duas provas organizadas pela secretaria de esportes de Estado , no sábado (29). Nem mesmo o forte calor feito no fim deste sábado foi capaz de abalar o ânimo dos corredores que compareceram a ponte Rio Negro.

Considerada a maior corrida de rua da região Norte o evento contou 420 colaboradores em serviço. Foram utilizados ainda cinco toneladas de gelo, 27 mil copos de água, 2,5 mil isotônicos e dois mil quilos de frutas. Entre as novidades para esta edição, o translado do estacionamento para a concentração da prova caiu no gosto dos participantes.


“Já participo desde a primeira edição e esta foi sem dúvida a melhor. O transporte confortável do estacionamento até o local da prova, a ponte como local de corrida e o show da banda Essênce transformaram o ambiente em algo mais agradável ainda”, falou a assistente jurídica Juliana Vasconcelos, de 32 anos, que correu os 7k.

Quase mil nos 21km 

A grande surpresa na realização da prova foi o número elevado de participantes no percurso maior. Lançado inicialmente apenas para 800 corredores, pelo menos mil largaram por volta das 17h10 para enfrentar os 21km de corrida.


O primeiro a cruzar foi Fabiano Gomes dos Santos, que fez os primeiros 11k em 34 minutos e completou o percurso total em 1’10”21. Segundo ele, as subidas ao longo do percurso foram algumas das dificuldades.

“O local é muito bom para correr. Bonito e ventilado. Mas tem muita subida, o que torna a prova difícil. Mas acreditei, não desisti e fiz o que pude para completar a prova o mais rápido possível”, disse Fabiano.

Milhares na prova dos 7km

Segundo pelotão a largar, os corredores que completaram os 7k da Corrida Sejel (prova que aconteceu simultaneamente a 3ª Meia Maratona) fizeram um breve alongamento antes da largada. A prova pagou ainda uma premiação de R$ 1 mil para o primeiro, R$ 600 para o segundo, e R$ 400 para o terceiro colocado.

Dionísio Cosmo Cardoso, primeiro colocado no percurso menor, completou os 7km com a marca de 22”42. O militar do Exército Brasileiro, Franquinaldo Araújo de Oliveira, de 25 anos, terminou a prova em segundo lugar. O atleta compete há um ano e quatro meses e também foi segundo colocado  na corrida Henrique Archer Pinto, na categoria 5K. De acordo com ele a corrida foi tensa e um tanto complicada. 

“Estou muito feliz de ter ficado como segundo lugar nesta competição. O percurso foi difícil. Mas eu sei que o resultado foi bom para mim. Quero me superar mais e nas próximas competições se Deus quiser chegar em primeiro”, afirmou o corredor.

Deficiente visual feminino

Josimara Andrade enfrentou os 365 quilômetros por via fluvial de Maués até a capital, Manaus para competir pela primeira vez. Corredora há pouco mais de um mês e, muito emocionada falou sobre fazer mais através do esporte .“O esporte me tirou a sensação de inutilidade. Dedico essa vitória aos meus dois filhos”, concluiu a corredora que completou o percurso em 40 minutos.

Resultados:

21k Elite Masculino:

1º Fabiano Gomes do Santos – 1’10”21

2º José Maria de Alme – 1’10”43

3º Juarez Rosa Silva – 1’12”20

4º Paulo Cesar Silva Oliveira – 1’13”00

5º Janailson da Silva – 1’14”36


21k Elite feminino:

1º Elivania Oliveira dos Santos – 1’23” 29

2º Rosinete dos Santos Moura – 1’ 23” 59

3º Willy Sandra Nascimento – 1’31” 16

4º Jessica Natalia Souza Santos – 1’34”03

5º Irismar Gonçalves Aranha – 1’38”36


7k Elite Masculino:

1º Dionísio Cosme Cardoso – 22”42

2º Franquinaldo Araújo de Oliveira – 23”09

3º Leandro Silva Costa – 23”24


7k Elite feminino

1º Franciane dos Santos – 26”17

2º Ana Paula Silva Almeida 27”23

3º Márcia da Silva Magalhães – 29”49



Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.