Segunda-feira, 01 de Junho de 2020
Craque

Amazonense abate adversário com nocaute após três segundos de luta no Roraima Show Fight

Filipe Nascimento nocauteou o roraimense Jorge Marreta, com um potente soco, na franquia do Roraima Show Fight 13, no último domingo (09), em Boa Vista  



1.gif Filipe exibe orgulhoso seu prêmio do Roraima Show Fight. No detalhe, o potente soco que acabou com seu adversário
13/11/2014 às 13:05

ASSISTA O VÍDEO DA LUTA AQUI!

O que você consegue fazer em três segundos? Pode parecer pouco tempo, mas foi o suficiente para que o amazonense Filipe Nascimento, 21, nocauteasse o roraimense Jorge Marreta, com um potente soco, na franquia do Roraima Show Fight 13, que ocorreu em Boa Vista (RR) na noite do último domingo (09).



O convite para lutar no evento veio duas semanas antes da realização, quando o antigo adversário de “Marreta” precisou deixar o card e Filipe (que estreou no MMA quando tinha 18 anos de idade e desde lá fez mais nenhuma outra luta), resolveu topar o desafio.

“Eu comecei na capoeira, mas sempre gostei de lutar, foi quando comecei a fazer boxe, aos 14 anos. Depois do boxe, ingressei no muay thai e quando completei 16 anos comecei a treinar MMA. Treinei ao lado do Adriano Martins e do Rivaldo Júnior. Na minha primeira luta, venci o Fabrício Amaral por nocaute”, recordou o lutador, que é do peso meio-médio (até 77 kg)

A carreira no esporte, porém, encontrou dificuldades. “Acabei quebrando a minha perna em um dos meus treinos e precisei passar seis meses parado. Depois disso, ainda tive uma nova luta, mas deu problema na franquia e a luta acabou sendo cancelada”, completou Filipe, Dentro dos octógonos, o lutador amazonense carrega o singelo apelido de “Brucutu”.

Com a falta de incentivo e sem novos confrontos, Filipe acabou dedicando seu tempo aos estudos e ao trabalho. Longe das academias, treinos e qualquer atividade física relacionada ao MMA, há dois meses ele resolveu voltar a treinar e já voltou com força total. “Foi quando recebi a oportunidade de lutar no Roraima Show Fight”, contou o atleta.

Sem imaginar que sua luta fosse ser tão rápida, Filipe confessa que foi tudo muito inesperado, apesar de que queria entrar no octógono e acabar com tudo de uma vez. “Não imaginava que fosse tudo tão rápido. Ele era o favorito lá, mas encontrou um Brucutu aqui e o Marreta acabou pegando uma marretada. O feitiço acabou caindo contra o feiticeiro (risos)”, brincou ele, que treina na Academia Amazon Fit.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.