Quarta-feira, 20 de Novembro de 2019
Craque

Amazonense Antônio Braga estreia no UFC neste sábado (08)

Ansiedade e batalha para perder peso marcam dias que antecedem a luta do competidor em Fortaleza



1.gif Braga Neto Amazonense enfrenta Antony Smith, sábado, em Fortaleza
04/06/2013 às 09:22

Uma dose de ansiedade por conta da estreia no UFC e o sacrifício para bater o peso médio (entre 77 e 84 quilos) são incômodos que o amazonense Antônio Braga Neto, 25, terá de administrar até a hora de entrar em ação no octógono, contra Antony “Coração de Leão” Smith, um ano a menos, no próximo sábado, no ginásio Paulo Saraeste, em Fortaleza, a partir das 16h45 (em Manaus). “Estou um pouco ansioso, porque quero estrear com vitória e causar boa impressão ao Ultimate, que acreditou em mim. Mas não significa nervosismo. Isso acontece quando o atleta não treina direito. Eu estou muito bem treinado e confiante. Vai ser uma luta louca. Quero dar show”.

Netão, como é conhecido, abrirá o card preliminar do UFC on Fuel TV 10, que tem a revanche Rodrigo Minotauro x Fabrício Werdum como atração principal. Ambos foram treinadores de equipes antagônicas na segunda edição brasileira do The Ultimate Fighter (TUF Brasil 2).



Faixa-preta de jiu-jitsu, Braga, que tem 1,89 de altura, 1,99 de alcance, se sente mais à vontade no combate no solo, sua especialidade. Smith tem 1,91 de altura e 1,97 de alcance e é considerado um striker perigoso, com poder de fogo nos punhos.

O amazonense diz não enxergar pontos fracos no adversário, mas revela que vai tomar a iniciativa para derrubá-lo, dominá-lo no chão e trabalhar uma finalização. “Confio muito no meu jiu-jitsu. Acho que essa é minha vantagem sobre ele (Smith). Mas trata-se de um cara duro, bem dinâmico no combate. Mas estudei bem o jogo dele. Vou trabalhar para ser tempo ruim o tempo inteiro para ele”, garante o lutador, que recebe de patrocínio, da Prefeitura de Manaus, uma bolsa mensal de R$ 4 mil.

Netão fez uma preparação que durou 51 dias, segundo ele, na Team Nogueira, academia localizada no Rio de Janeiro, dos irmãos Rodrigo e Rogério Nogueira. “Nosso camp foi muito bem feito. Eu nunca me senti tão bem treinado”.

O amazonense vem de vitória sobre Brock Larson, dia 4 de março de 2012, em evento do governo carioca de combate à dengue. Smith vem de derrota para Roger Gracie na derradeira edição do extinto Strikeforce, dia 12 de janeiro deste ano. “Não há favorito, porque se trata de dois caras muito agressivos. Tudo pode acontecer. Que caia ele”.    

Perda de peso

Até sexta-feira, dia da pesagem oficial para o evento, Braga Neto, terá que estar no mínimo com seis quilos a menos que os 90 habituais. “Nessa fase, a maior dificuldade é perder peso, porque o corpo fica numa condição extrema, desidratado, fraco. Mas vai dar tudo certo”, diz o lutador.

Três perguntas para Antônio Braga Neto

1º Tudo certo para estrear com o pé direito no UFC?

Tudo certo. Estou 100%, muito bem treinado. Estou confiante numa vitória expressiva, para causar boa impressão ao Ultimate, que acreditou em mim e me ofereceu um contrato inicial de quatro lutas. Há uma certa ansiedade para a estreia, mas nada que me tire a confiança.

2º O que você conhece sobre o adversário?

Estudei bastante o jogo dele (Smith), que é bem dinâmico. Ele é um cara agressivo tanto quanto eu sou. Mas confio no meu jiu-jitsu. Creio que se eu conseguir derrubá-lo e ficar por cima seja uma vantagem para mim, pois vou trabalhar uma finalização. Vai ser uma luta louca. Eu estou muito a fim de vencer e vencer bem.

3º Mande um recado para seus fãs amazonenses.

Eu só tenho a agradecer todo o apoio que os amazonenses me dão nas minhas lutas. É uma energia boa que a gente leva para dentro do octógono. Manaus é um celeiro de lutadores que têm potencial. O que falta é apoio. Tem muito gente da classe empresarial que pode ajudar os atletas. Tenho ajuda da prefeitura. Isso é muito importante para me deixar tranquilo para eu treinar mais forte.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.