Publicidade
Esportes
JOGOS PARALÍMPICOS

Amazonense Guilherme Marcião tenta bronze no tênis de mesa

Guilherme Marcião juntamente com Iranildo Espíndola e Aloisio Lima formam a equipe brasileira que disputará o bronze diante da Eslováquia, a partir das 15h30, deste sábado (17). 17/09/2016 às 10:10
Show tenis de mesa
Guilherme (esquerda), e Aloísio Lima tentarão o bronze para o Brasil (Foto: ITTF)
Thaissa Cordeiro (Manaus-AM)

O amazonense Guilherme Marcião briga pelo bronze na dupla de tênis de mesa dos Jogos Paralímpicos. O jogo será contra a Eslováquia, a partir das 15h30 (horário de Manaus). Fazem parte da equipe brasileira Classe 1-2, Iranildo Espíndola e Aloisio Lima. O paratleta comentou sobre a expectativa para o jogo desse sábado. Marcião se diz confiante para a conquista da medalha para o Brasil.

“A expectativa são boas, temos que acreditar no nosso potencial, nos nossos resultados desses quatro anos. Vamos brigar pela medalha, vai ser um jogo difícil, pegaremos uma equipe muito difícil, acredito que vamos sair com a medalha, se sairmos vamos fechar com chave de ouro, independente da cor dela, vamos fazer história, como já fizemos chegando na semifinal”, comemorou o amazonense. 


Participando pela primeira vez de uma paralímpiada, Marcião não conseguiu ir longe na disputa individual, mas enfatizou a força da equipe brasileira.
“Nosso preparo mental mais forte foi pra equipe, sabíamos que somos uma equipe muito forte e portanto, tínhamos mais chances por conta disso”, declarou. O paratleta avaliou seu desempenho no Rio de Janeiro.

“Gostaria de ter ido um pouco mais longe, não aconteceu, peguei um grupo muito difícil, estou muito feliz em particiapr da minha primeira olimpíada, no meu país, só tenho a agradecer as pessoas que passaram no meu caminho pra chegar até aqui e agarrar isso e acreditar. Vamos ver o que vai acontecer”, comemorou.

Publicidade
Publicidade