Publicidade
Esportes
COPA DO MUNDO

Amazonense Micaelly diz estar feliz com gol na seleção brasileira

Micaelly Brasil diz estar muito feliz com o tento, mas que joga pela equipe. Jogadora do Iranduba sonha em chegar a seleção principal. 02/10/2016 às 20:00 - Atualizado em 04/10/2016 às 09:17
Show 20161001105623 0
Micaelly (meio) marcou um golaço na partida contra a Nigéria (Foto: Fifa)
Thaissa Cordeiro (Manaus-AM)

O Brasil estreou com o pé direito na Copa do Mundo sub-17 de futebol feminino, disputada em Amã, na Jordânia. A responsável pela vitória por 1 a 0 diante da Nigéria, foi a amazonense Micaelly Brasil com um golaço. A seleção brasileira volta a campo amanhã, a partir das 12h (horário de Manaus), diante da Coreia do Norte, em confronto válido pela segunda rodada do Grupo C.

Natural de Autazes, localizada a 113 quilômetros da capital, Micaelly Brasil comemorou muito seu primeiro gol na competição, e a jogadora do Iranduba da Amazônia balançou a rede das adversárias com estilo. De fora da área, a camisa 10 encobriu a goleira marcando o único gol da partida. 

“Eu estou muito feliz por marcar o meu primeiro gol em Copa do Mundo, feliz por ajudar a minha equipe, isso é o mais importante pra gente, agora é esquecer o jogo passado e pensar somente na Coreia do Norte”, comentou Micaelly ao portal acritica.com.  

A jogadora afirma ser um sonho realizado vestir a camisa da seleção brasileira, mas que a intenção é ir além. Micaelly quer disputar as principais competições do mundo com o elenco principal.


“Nunca imaginava chegar na seleção, agradeço a Deus por estar aqui, vou dar meu máximo, como sempre venho fazendo, assim como as meninas estão dando. Estou realizando meu sonho, e tenho certeza, que daqui pra frente vou realizar ainda mais”, revelou a amazonense.


As grandes jogadoras do futebol feminino atuam por times fora do país, e claro, Micaelly não pensa diferente. A meia- atacante pretende defender as cores de grandes equipes fora do Brasil.


“A Copa do Mundo nos da muita visibilidade, eu posso ser vista mais ainda, pelo mundo todo. Pretendo sair pra outro clube fora do País sim, mas tenho que me preparar ainda, não estou pronta”, enfatiza.


Paredão
Além de Micaelly, o destaque da partida foi a goleira do Brasil, Kemelli, que não deixou passar nada. A arqueira fez duas defesas ainda no primeiro tempo, a primeira foi a queima roupa, e a segunda, de mãos trocadas. Já na segunda etapa, Kemelli, em uma jogada de linha de fundo, a jogadora tirou a bola com o pé, evitando o empate das adversárias.


 “Eu estou muito feliz com o resultado do jogo e com as defesas que eu fiz. Boas defesas nos dão confiança, e é muito importante as jogadoras e a comissão confiarem em mim ali na minha posição. Estamos trabalhando há três anos para esse momento”, destacou a goleira ao site da CBF.

Publicidade
Publicidade