Domingo, 08 de Dezembro de 2019
EMAGRECIMENTO

Amazonense perde 11 kg em quase dois meses e quer 'destruir' mais cem em 2019

Aristheu Jatobá Simões, de 40 anos, contou com ajuda de amigos para iniciar o funcional no CT Michel Oliveira. "Ele fez 0800 para mim e até hoje continuo. Neste tempo, saí de 228 quilos para 217 quilos", disse Aristheu



28/12/2018 às 18:17

Pesando 228 quilos, Aristheu Jatobá Simões Junior, de 40 anos, começou a fazer atividades físicas com ajuda de amigos no CT Michel Oliveira, no conjunto Jardim Primavera, no Parque Dez de Novembro, na Zona Centro-Sul de Manaus. Depois de quase dois meses fazendo funcional no local, o homem que trabalhava na noite com poker perdeu 11 quilos e pretende continuar no projeto de "mudança de vida" em 2019.

Animado e com um sorriso no rosto, Aristheu treina funcional a partir das 8h30, por uma hora, todos os dias da semana. Ao lado dos colegas, mas com forma diferentes de fazer exercícios, ele sua a camisa sob a supervisão do professor e dono do local, Michel Oliveira. Sem dinheiro e passando por um momento complicado em sua vida pessoal, o homem lembra que teve ajuda de amigos para começar a praticar os exercícios.



 "Amigos da banda Destilados, que tocam no Porão do Alemão, me chamaram para visitar o CT e acabei negando três vezes. Quando iria para o quarto convite mandei a real e disse que estava sem dinheiro. Eles falaram que dinheiro não era problema e conversaram com o Michel. Ele fez 0800 para mim e até hoje continuo. Neste tempo, saí de 228 quilos para 217 quilos", contou Aristheu.

No início das atividades, o atleta contou com um projeto diferente do educador físico. Ao invés de pedir que Aristheu fizesse uma mudança radical na vida, deixando de comer milhares de coisas e realizasse treinos pesados, Michel pediu para que o rapaz só não faltasse as aulas. A ideia era que Aristheu começasse a gostar das atividades físicas após ficar muitos anos preso no sedentarismo, e deu certo. Ele faltou apenas uma vez e por conta de trabalho.

"Depois que entrei no CT, a única coisa que o Michel pediu foi que não faltasse os treinos. Aqui dentro encontrei amigos, fiz mais e consegui consulta com endocrinologista, nutricionista e fiz exames, de graça. Estou com cento e pouco quilos de massa gorda, que preciso eliminar. Contei com ajuda de amigos não só para começar, mas para me incentivar. Até hoje, os amigos da banda me ajudam na gasolina para eu treinar todos os dias, e olha que moro na Compensa", disse o homem.

Durante a entrevista, o rapaz deixa claro a gratidão que possui para com os amigos. Segundo ele, não teria começado a fazer atividades físicas, se não contasse com o auxílio de tantas pessoas. "Eu digo até se não tivesse tido essa movimentação todinha, eu já tinha desistido, porque tenho esse problema. Desisto muito fácil das coisas e aí agora a mídia, querendo saber da minha história, para mim é muito novo. Estou tentando perder tudo que consigo hoje. O vício do gordo é comer, se eu não comer, eu não vou ter meu vício. Vou tentar fazer tudo que posso hoje", destacou Aristheu.

Fazendo as atividades há quase dois meses, o homem conta que já sente os benefícios no próprio corpo. Sair da cama só se enrolando? Isso não acontece mais. Agora, o atleta consegue pular do objeto. "Desde que comecei tenho notado uma diferença enorme. Até sair da cama melhorou, eu tinha que me enrolar, agora eu faço é pular (risos). O simples fato de subir uma escada e caminhar, já me deixava cansado, mas hoje faço sem me afetar. Isso tudo me deixa muito, muito, muito (sic) feliz. Tenho notado que os meus familiares estão empolgados comigo, porque eles sempre me viam na mesmice", comentou.

Sendo um dos caras mais comunicativos do local de treinamento funcional, o homem de 40 anos treina para conquistar grandes objetivos. Um deles é chegar até o fim de 2019 com menos cem quilos, ou pelo menos, perder a metade desse número. Sorrisos para encarar os desafios não vão faltar por parte dele.

"Não tirei tudo da minha alimentação, tenho comido o que gosto em poucas quantidades. Hoje mesmo, estou liberado para tomar uma bebida alcoólica. O nosso objetivo para o final do ano que vem é perder 100 quilos, menos 8 quilos por mês. É um número meio complicado, utópico, mas se conseguirmos eliminar pelo menos 50% disso, para mim já será um ganho muito grande em mobilidade, respiração e locomoção", completou.

Redes sociais

Antes de começar a reeducação alimentar e treinar, Aristheu costumava compartilhar em sua página no Instagram comidas saborosas, mas cheias de calorias. Com a mudança de vida, o homem alterou também o assunto das publicações. Agora, com o tom humorado, ele compartilha momentos de treinos.

Em uma publicação datada no 13 de dezembro, o atleta compartilhou uma foto treinando com a seguinte legenda. "Hoje completa 1 mês que aceitei o desafio #tetheufit (sic), ainda não é visível a perda de peso mas o resultado já está na anilha", destacou na rede social.

Treino diferenciado   

Responsável pelos treinos de Aristheu e dono do CT, Michel Oliveira, que é professor de educação física desde 2007, conta que conheceu o aluno por dois amigos que também treinam no local. O atleta que busca perder peso conta com um planejamento semanal, onde são sugeridos exercícios que beneficiem o peitoral, costas, ombros, braços, pernas, além de trabalhar a agilidade e velocidade.

"Dois amigos me contaram que o Aristheu precisava perder peso. No quarto convite, ele veio aqui e começamos o direcionar. Temos um planejamento semanal para trabalhar as partes do corpo. Então, não temos diferenciação de exercícios, mas como eles serão realizados. Digamos, que estou pedindo para os outros alunos fazerem exercícios de apoio, no chão. Para o Aristheu, utilizaremos uma caixa, por exemplo", explicou o educador físico.

O professor destaca que os exercícios realizados na academia são para melhorar a capacidade funcional dos alunos, entre eles, de Aristheu. "Hoje o meu objetivo base para todos os alunos é melhorar a capacidade funcional de cada um, melhorar a capacidade de movimento, como levantar e sentar. São coisas que fazemos no dia a dia e a partir dai consigo melhor a vida do Aristheu e todos", destaca.  

Mesmo com pouco tempo de atividade física, o professor  percebe as diferenças na vida do atleta. "Falei para ele que até o dia 31 de dezembro ele precisava ter assiduidade nos treinos. Hoje, de forma natural, ele me manda fotos com pratos de saladas. A mudança aconteceu nele", finalizou.

CT Michel Oliveira

O Centro de Treinamento fica localizado na Rua 7, número 18, no Conjunto Jardim Primavera. Mais informações sobre o local podem ser conferidas por meio do Instagram: @ctmicheloliveira e site.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.