Sábado, 04 de Abril de 2020
RUMO AO CANADÁ

Amazonenses disputarão vaga pra os Jogos Olímpicos de Tóquio

Bryan Lucas e David Moreira irão competir no Pan-Americano de Wrestling no Canadá nos dias 5 e 9 de março. A competição é uma das qualificatórias para o mundial olímpico



DIVULGA__O_A51C3DB3-8C9F-4538-8FAB-6C68F0E020E1.jpeg Foto: Divulgação
31/01/2020 às 12:17

Dois amazonenses vão disputar o Pan-Americano de Wrestling no Canadá, que acontece entre os dias 5 e 9 de março deste ano. Bryan Lucas, com 57kg, e David Moreira, 65kg, foram convocados para a Seleção Brasileira de Wrestling que disputará a competição.

Ao todo, serão 18 atletas competindo nos três estilos. A lista saiu no último dia 28 de janeiro. A competição é uma das qualificatórias para os Jogos Olímpicos de Tóquio, que acontece em 2020. Do Canadá, os amazonenses viajam para a Bulgária, onde passarão por um período de treinos.



Disputando o quarto Pan-Americano, David Moreira tenta repetir o feito no Pan-Americano de 2017, quando ganhou a medalha de prata. Com um vasto currículo, o atleta é sete vezes campeão brasileiro. A vaga para o Pan-Americano foi disputada no fim do ano no brasileiro do Rio Grande do Norte (RN).

“Tenho um bom tempo de seleção brasileira não foi surpresa pra mim porque foi um trabalho duro de anos e anos até chegar a um resultado positivo”, explicou o atleta, que tem uma rotina intensa que envolve treinos, estudos e estágio.

David Moreira conquistou medalha de prata no Pan-Americano da modalidade em 2017, em Lauro de Freitas, na Bahia. Foto: Divulgação

“A gente fica feliz de poder dar continuidade a esses atletas carreira. É um orgulho e estamos trabalhando em conjunto para conquistar muito mais coisas”, disse o técnico de David e presidente da Federação Amazonense de Luta-Livre (Falle), Waldeci Silva.

Se um é experiente, o outro amazonense que irá competir no Canadá é um novato na categoria sênior. Aos 18 anos, Bryan Lucas, conquistou a vaga para disputar seu primeiro Pan entre os adultos.

“Junto com meu técnico, em 2019, vinha treinando dura pra entrar pra seleção principal, na qual estão os atletas de elite. No fim do ano, lutei a Copa Brasil de Wrestling. Fui campeão e conquistei a vaga, e pude ver que meu esforço valeu a pena. Agora seguimos firme no treino para garantir a classificação para as Olimpíadas”, explicou Bryan que já participou de dois Pan-Americanos, mas na categoria cadete em 2017 e 2018, ficando com o 5º lugar nas duas participações.

O técnico de Bryan, o professor Anderson Alves, explica que a chegada dos atletas ao Pan-Americano da modalidade é fruto de um projeto a longo prazo.

Bryan Lucas tem 18 anos e desbancou adversários mais experientes para chegar ao Pan-Americano. Foto: Divulgação/CWB

“Dois anos atrás eu falava para o Bryan e os outros atletas da idade dele que poderíamos ‘paquerar’ uma vaga na seleção pré olímpica, mas isso era um sonho distante porque eles ainda tinham 16 anos, mas olha aí onde chegamos. Fomos trabalhando ano após ano e mesmo ainda sendo um atleta júnior (18 a 20 anos) ele conseguiu a vaga na seleção principal, desbancando o titular da seleção brasileira. É um grande orgulho não só para mim como para o Amazonas”, disse o técnico.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.