Publicidade
Esportes
Craque

Amazonenses faturam 10 medalhas em torneio de tênis de mesa

Atletas olímpicos e paraolímpicos fizeram a festa na I Copa Brasil Centro-Norte-Nordeste de Tênis de Mesa 12/03/2013 às 16:44
Show 1
Tenistas amazonenses subiram dez vezes ao pódio
acritica.com Manaus (AM)

Sete medalhas no olímpico e três no paralímpico. Este foi o saldo da delegação amazonense na Copa Brasil Centro-Norte-Nordeste I de Tênis de Mesa, de 7 a 10 de março, no ginásio da Associação Atlética Banco do Brasil (AABB), em Brasília.

No olímpico, o maior destaque foi o experiente Israel Barreto, duas medalhas de prata, sendo uma no Rating A e outra no Absoluto A. Enquanto isso, o também “veterano” Mário Costa faturou dois bronzes – Rating A e Absoluto A.

Ainda no tênis de mesa olímpico, Alice Lavareda trouxe o bronze na categoria Juventude, desempenho repetido no Rating D, isto é, outro bronze para o Amazonas. Fechando a competição olímpica, Andre Murchie foi prata na disputa do Pré-Mirim.

Paratletas no pódio

O maior destaque do Amazonas foi Goutier dos Santos Rodrigues, prata na Classe 7. “É importante destacar que ele é da Classe 6, ou seja, competiu uma classe acima e ainda voltou com uma medalha de prata”, enfatizou o técnico especialista de tênis de mesa do CTARA, Williams Paixão.

O Amazonas conquistou ainda mais dois bronzes na disputa entre os atletas com deficiência física: James Cardoso Soares, pela Classe 5, e Alexandre Alfon, competidor da Classe 10.

Sem adversários na Classe 6, Goutier dos Santos Rodrigues teve que subir para classe 7 e enfrentar integrantes com menores dificuldades de locomoção e mobilidade, além de lidar com problemas técnicos na última partida. 

"Ganhei dois jogos de chave e fui para a semifinal com o Lincoln Lacerda, de Goiânia, que é um atleta experiente e muito forte. Como estava disputando com jogadores mais rápidos que eu, decidi usar na raquete a borracha de pino que dificulta para eles as bolas com mais velocidade. Digo que a medalha de prata teve um gosto de ouro, pois consegui superar minha limitação", disse ele, revelando que irá pedir a reclassificação de categoria nas próximas competições e com a meta de conquistar vaga na Olimpíada de 2016. 

A competição garantiu pontos para o programa Bolsa-Atleta do Governo Federal. A próxima etapa será realizada em Santos-SP, de 11 a 14 de abril



Publicidade
Publicidade