Publicidade
Esportes
Craque

Amazonenses se preparam para 2ª edição do Campeonato Brasileiro de Dominó

Primeira ação da federação, após reativação, é conseguir enviar equipe para evento nacional 22/10/2013 às 09:42
Show 1
Diretoria Osmir Medeiros (de vermelho) é o novo presidente da FAD
jornal a crítica ---

Cinco duplas de dominó do Amazonas se preparam para representar o Estado na 2ª edição do Campeonato Brasileiro da modalidade, que acontecerá nos dias 25, 26 e 27 deste mês, em Florianópolis (SC). Com a reativação da Federação Amazonense, há dez dias, e a proximidade do torneio nacional, a delegação será formada pelas duplas campeãs dos seis últimos grandes torneios locais.

“Não tivemos tempo de realizar uma seletiva, por isso nossos representantes serão as duplas campeãs do torneio ‘Amazonas Em Tempo de Dominó’ e também da ‘Copa A Crítica de Dominó’”, disse Osmir Medeiros, presidente da federação amazonense da modalidade.

Treinamento forte

Ainda segundo Medeiros, os atletas são bastante competitivos e têm treinado forte para a competição. Mas a viagem para Florianópolis ainda não está confirmada. “Nós solicitamos as passagens aéreas do Governo do Amazonas e da Prefeitura de Manaus, porém ainda não recebemos nenhuma resposta. Também estamos esperando uma posição de alguns patrocinadores para as despesas com as hospedagens”, completou o presidente, que também acumula a função de jornalista.

Histórico

Fundada em 1996, a Federação Amazonense de Dominó (FAD) foi reativada na ultima quinta-feira. Após uma assembleia geral realizada no auditório do Sindicato dos Jornalistas do Amazonas, os presidentes dos três clubes fundadores da entidade – Libermorro, Olímpico e Rio Negro – aprovaram o novo estatuto e aclamaram os membros da diretoria executiva e do conselho fiscal para o triênio 2013/2016, que tomaram posse imediatamente.

Além de Osmir Medeiros, a diretoria executiva da FAD é composta por José Rodrigues (vice-presidente), Geziel Colares (secretário), Henrique Valmar (tesoureiro), Orleílson Guimarães (diretor desportivo), Antonio Lopes (diretor de comunicação e marketing), Nádia Abrahim (diretora social), Eliezer Gonzales (diretor jurídico), Ricardo Miranda (diretor de patrimônio) e Ramiro Gonçalves, Wanderlan dos Santos e Luiz Carlos Glomyer, como primeiro, segundo e terceiro suplentes, respectivamente. O conselho fiscal tem como titulares Marcílio Colares, Adriano Oliveira e Robervaldo Rocha, e como suplentes Amarildo Lima, Danilo Ferreira e Shazan Almeida.

Desafio

Para marcar a reativação da FAD e movimentar o dominó no Amazonas, os dirigentes da entidade devem realizar o “Desafio das Confrarias”, em dezembro. A previsão é que as inscrições comecem em novembro.

Os interessados em apoiar as duplas amazonenses pode entrar em contato com a federação da modalidade através dos fones (92) 9158-7994 e 8215-9894 ou pelo e-mail osmirmedeiros@gmail.com.

Origem chinesa

O nome “dominó” provavelmente deriva da expressão latina “domino gratias” (“graças ao Senhor” ou “graças a Deus”), dita pelos padres europeus para assinalar a vitória em uma partida modalidade.

O jogo aparentemente surgiu na China e sua criação é atribuída a um santo soldado chinês chamado Hung Ming, que viveu de 243 a.C a 182 a.C.

Na área matemática das poliformas, um dominó é a figura retangular formada por dois quadrados congruentes colocados lado a lado.

O conjunto tradicional de dominós, conhecido como sino-europeu, é formado por 28 peças, também chamadas popularmente de pedras. Cada face retangular de dominó é divida em duas partes quadradas, ou “pontas”, que são marcadas por um número de pontos de 0 a 6, ou deixadas em branco. Um jogo de dominós é equivalente a um baralho de cartas ou jogo de dados, que podem ser jogados em uma diversidade indeterminada de maneiras.

Publicidade
Publicidade