Segunda-feira, 26 de Julho de 2021
SUFOCO

Amigos da Cidade Nova vence nos pênaltis e conquista o Peladão Master

Time da zona Norte saiu na frente e levou o gol de empate do Paraná, levando a decisão para as penalidades; na marca da cal, o time conseguiu o título do Master



AMGS_D94929B9-A389-483C-841D-716B3AF824F7.jpeg Foto: Iago Albuquerque
13/03/2021 às 17:10

O Amigos da Cidade Nova/Alma conquistou o título da Categoria Master do Peladão na tarde deste sábado (13). Após sair na frente no tempo normal com Gibi e levar o empate do Paraná Clube no segundo tempo com Ziquinho, a equipe da Cidade Nova venceu por 3 a 2 nas penalidades.

O cenário foi bem parecido com a final do Master de 2019, quando o Amigos da Cidade Nova/Alma abriu o placar no primeiro tempo, e levou o empate  do Amigos do Mata Boi, levando também a decisão para os pênaltis.



O jogo

O Paraná clube começou o jogo assustando o Amigos da Cidade Nova com mais posse de bola. Primeiro com Alcione cobrando falta da intermediária, mas com a defesa afastando. Nenca tentou levantar bola na área buscando os companheiros de ataque, mas o chute saiu muito forte. Odemar chutou de longe, mas em direção ao gol, e a bola passou ao lado da meta.

A primeira chance da Cidade Nova foi aos quatro minutos quando Bebeto recebeu na intermediária, desceu pela esquerda e, na linha de fundo, tentou chutar parar o gol, mas a bola foi desviada. Vidinha também criou uma boa chance após ganhar bola no meio campo e descer para o ataque, porém o chute saiu fraco.

A melhor chance do primeiro tempo aconteceu aos cinco minutos quando o Paraná cobrou falta e a bola explodiu no travessão. Ela chegou a espirrar na pequena área, mas ninguém aproveitou o rebote e o goleiro ficou com ela. Outra bola que ficou perto de entrar foi após cobrança de escanteio, e a bola foi cabeceada por Nenca e a zaga salvou em cima da linha.

Como quem não faz, leva, o Amigos da Cidade Nova aproveitou a chance que teve. Após Vidinha ser derrubado dentro do área, Gibi entrou, cobrou e abriu o placar para o time da Zona Norte.

No segundo tempo, o Cidade Nova começou assustando com Mario Jorge chegando na área no primeiro lance e, livre, chutando cruzado. Por sorte, o goleiro Laércio estava atento e fez uma boa defesa. Aos seis, Eltinho dominou e chutou colocado em direção ao gol, mas a bola passou por cima da meta. Vagner   também teve boa chance de ampliar após erro na saída de bola do Paraná, mas o goleiro Laércio evitou o gol.

Já o Paraná, tentava criar chances, mas faltava o passe final. Na maioria das vezes que entrou na área, a jogada se perdia na linha de fundo, por falta de opção para rolar a bola. O tempo passava e parecia que o Paraná estava batido em campo. Parecia. Aos 26 minutos, lançamento para a área, Eric escorou de cabeça, Nenca fez o pivô e, dentro da área, rolou para Ziquinho, livre de marcação, chutar colocado e estufar as redes para empatar.

No fim, o Amigos da Cidade Nova/Alma ainda teve a chance de matar o jogo, mas Vidinha perdeu a chance após boa jogada pela direita.

Pênaltis

Gibi, do Amigos da Cidade Nova/Alma abriu as cobranças e fez. Ziquinho tomou bastante distância e isolou. Renato bateu com categoria e fez 2 a 0. Mapará cobrou bem e fez 2 a 1, deixando o Paraná vivo. Ailton poderia fazer o gol do título, mas o goleiro Laércio pegou. Bodó deixou tudo igual. Tailson, de paradinha fez 3 a 2. Nenca bateu mal e o goleiro defendeu, consagrando o Cidade Nova como campeão.


 


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.