Quarta-feira, 23 de Outubro de 2019
Craque

Amistoso entre São Raimundo e Manaus F.C vai ser sem público e torcida promete manifestação

Com o veto ao público, torcedores do São Raimundo prometem fechar avenida em frente ao estádio para reclamar do tratamento recebido.



1.jpg Torcida promete manifestação em frente ao estádio da Colina
05/02/2015 às 09:26

A não liberação da arquibancada para os torcedores no jogo-treino de pré-temporada contra o Manaus F.C no sábado (7), às 15h30, provocou um clima de revolta por parte da torcida do time “dono” do reformado estádio da Colina. A princípio o jogo contra o Gavião seria com público, mas os torcedores do São Raimundo foram avisados que a partida vai ser realizado com os portões fechados.

A notícia pegou os torcedores de surpresa e causou revolta nas organizadas que não escondem a insatisfação em o clube só poder utilizar o estádio uma vez por semana.

“A Fundação Vila Olímpica (órgão que cuida dos estádios da Colina, Zamith e Arena) vetou os treinos do São Raimundo e agora não quer permitir entrada dos torcedores. Mas tem jogos de igreja, amadores, o Princesa treinava no estádio e ainda jogava no final de semana e o São Raimundo que é o dono do estádio não pode jogar?! Está errado isso”, reclamou o presidente da Furacão Azul, Eyler Nogueira, que planeja juntamente com os demais torcedores a realização de protestos ao redor do estádio no dia do jogo.

“Vamos fechar a Avenida Presidente Dutra (via em frente ao estádio) e vamos queimar pneus. Já tá virando uma sacanagem isso. O São Raimundo que é prejudicado”, afirmou o torcedor. 

Fundação se exime de culpa
Segundo a assessoria de comunicação da Fundação Vila Olímpica (FVO), órgão que administra o estádio, a realização da partida com portões fechados partiu da própria diretoria do São Raimundo.

“O estádio foi cedido para o clube. Se vai ter público ou não é decisão deles. Mas tem que garantir a segurança, o quadro móvel, custo de ingressos e não é responsabilidade nossa e sim da organização. Avisamos a eles: se forem colocar público na hora vão ter que arcar com as responsabilidades”, disse o órgão.

Diretoria confirma
O diretor de futebol do São Raimundo, Josildo Oliveira, confirmou que mudou a estratégia por conta dos gastos da partida com quadro móvel. “Mudamos sim. Custo do amistoso”, se limitou a dizer.




Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.