Sábado, 18 de Setembro de 2021
Em busca da classificação

André Carlos projeta ‘cinco ou seis vitórias’ para que Fast dependa apenas de si para se classificar

Atacante tricolor ressaltou que o returno é um novo campeonato para grupo, mas alertou que erros precisam ser corrigidos



eb07339f-1fef-40ea-b3d3-d91fae06365a_DA52C0CF-D268-4FF4-9848-BB5AE3A2696E.jpg Foto: Jadison Sampaio/Fast
21/07/2021 às 09:30

Prestes a embarcar rumo ao Pará, o Fast segue em preparação para encarar o  Castanhal -líder do Grupo A01-, no próximo sábado (24), no estádio Modelão, em Castanhal, região metropolitana de Belém. 

A partida abre o returno do Tricolor de Aço, que visita o mesmo adversário do fim de semana passado. O roteiro que deu um ponto final ao primeiro turno do Rolo Compressor não foi nada animador, na Colina, os amazonenses foram derrotados por 2 a 1 e ficaram em situação ainda mais delicada no grupo.



Embora a sequência negativa incomode, coube aos jogadores se apegarem em aspectos positivos ainda que em meio a uma campanha desastrosa, podem ser retirados como exemplo para uma retomada de confiança. 

O atacante André Carlos, ressaltou que a chegada de um novo comando e o início de um novo turno, reforça as esperança que o grupo nutre em ainda brigar na parte de cima da tabela. 

“Apesar das vitórias não estarem vindo, o clima (no vestiário) tem melhorado bastante principalmente depois da chegada do treinador Lecheva. Ele nos deixa ciente de nossas capacidades e o time que a gente tem é para estar brigando lá em cima e isso ficou evidente na última partida apesar do resultado”, disse o atacante, que prosseguiu:

“Já se passaram sete jogos e já conhecemos todas as equipes, sabemos o que temos que fazer para vencer os jogos e conseguir o pontos, é colocar em prática o que trabalhamos, o que fizemos de bom, consertar o que fazemos de errado e conseguir as vitórias, no mínimo cinco ou seis vitórias, para a gente se classificar só dependendo da gente”, comentou.

André Carlos chamou atenção logo na sua estreia, quando diante do GAS-RR, o atacante anotou dois gols, e foi um dos destaques positivos da equipe na partida em que o clube acabou derrotado no último minuto. Em branco na partida contra o Castanhal, ele disse que faltou ao Fast um ‘pouquinho de sorte’. 

“Falta um pouquinho de sorte para a gente, e ficou evidente isso. Fizemos uma partida excelente ao meu ver, mas futebol é resultado, e quem for olhar o placar vai ver só que o Fast perdeu mais uma, mas a partida que fizemos, a intensidade que tivemos, merecíamos sair com uma vitória ampla, mas o Castanhal foi cirúrgico e em duas chances conseguiram aproveitar”, finalizou André Carlos, lamentando a derrota.

João Felipe

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.