Publicidade
Esportes
Craque

Apagão em Parintins ainda sem explicação

Ontem, a gerente da concessionária, Francilvânia Rodrigues,  mandou avisar à imprensa, por meio de uma funcionária que atenderia os jornalistas somente na quarta-feira, quando dará uma coletiva para falar sobre o ocorrido 11/03/2013 às 17:33
Show 1
O blecaute prejudicou a gravação do DVD do boi Caprichoso
Jonas Santos Parintins

A direção da Eletrobrás Amazonas Energia não explicou os motivos do blecaute que atingiu a cidade de Parintins, no último sábado à noite. O apagão também prejudicou o show de gravação do DVD/CD do boi Caprichoso, que foi interrompido por cerca de 20 minutos. A falta de luz na cidade durou aproximadamente uma hora e para alguns setores o tempo de escuridão foi mais prolongado.

Ontem, a gerente da concessionária, Francilvânia Rodrigues,  mandou avisar à imprensa, por meio de uma funcionária que atenderia os jornalistas somente na quarta-feira, quando dará uma coletiva para falar sobre o ocorrido. “Ela aguarda por um relatório técnico”, dissea funcionária. Os racionamentos de energia em pequena escala vinham ocorrendo com mais frequência nos últimos dias, mas no sábado à noite a situação agravou-se. A escuridão tomou conta de toda a cidade a partir das 23h.

O show de gravação do DVD do Caprichoso foi interrompido durante a apresentação da porta-estandarte, Maria Azêdo. A falta de luz revoltou os torcedores. A própria presidente do boi, Márcia Baranda, deixou as dependências do curral e se dirigiu até sede da Amazonas Energia, para cobrar respeito da direção da concessionária com a nação azul e branca e explicações sobre o desligamento geral de energia. De acordo com a assessoria de imprensa do bumbá, os técnicos da Amazonas Energia teriam informado se tratar de um curto circuito.

 “Foi essa a informação que prestaram a presidente Márcia que foi pessoalmente a Usina Termelétrica, no momento do apagão para o curral”, afirmou a assessoria.  Com o curral lotado, a festa recebia a presença quatro atores globais dentre eles, o cantor Carlinhos Brouw que levantou toada com David Assayag. A reportagem de A CRÍTICA apurou que o blecaute teria sido motivado por uma pane, em um dos motores do parque gerador de energia.

Apesar de a direção da concessionária de luz noticiar nas Rádios que o parque Termelétrico de Parintins opera com reserva de energia, os racionamentos no período da noite e desligamentos na parte do dia estão se tornando rotina em Parintins.  A reportagem de  A CRÍTICA tentou também ouvir o prefeito de Parintins, Alexandre da Carbrás (PSD), mas ele não atendeu as ligações para o seu telefone celular. No juizado Especial de Pequenas Causas do Fórum de Parintins as reclamações sobre queima de aparelhos e danos aos consumidores  também são pontuais contra a Amazonas Energia.

Busca rápida
Parintins aguarda as obras do Linhão de Tucuruí (PA), uma extensão da mesma rede que liga as torres de iluminação até Manaus. Porém, não há definição de aprovação do projeto e início da obra para o município. A Usina Termelétrica da Amazonas Energia que funciona no Centro de Parintins também é alvo de protesto dos moradores, por causa do barulho dos grupos geradores.


Publicidade
Publicidade