Quarta-feira, 21 de Agosto de 2019
GAVIÃO DO NORTE

Após consagração do acesso, Manaus voltou às atividades pensando na Copa Verde

Atividade teve a ausência do treinador Welington Fajardo, que foi liberado pela diretoria para rever sua família em Juiz de Fora (MG)



t_cnico_3957062D-7EAA-4502-BCA1-030545CF4312.JPG Foto: Janailton Falcão
23/07/2019 às 09:18

Passada a euforia por conta da conquista do acesso à Série C, o Manaus já tem outro desafio pela frente. Na quinta-feira (25), no estádio Serra do Lago, em Luziania, o Gavião do Norte encara o time do Sobradinho-DF pelo jogo de ida da primeira fase da Copa Verde. A partida inicia às 14h30 (de Manaus) e marca a estreia das duas equipes no torneio. Na próxima semana, os dois times decidem na capital amazonense quem avança à próxima fase da competição. 

E nesta semana, o treinador Welington Fajardo estará ausente das atividades do clube. Após a conquista do acesso, no último sábado (20), o comandante foi liberado pela diretoria para rever familiares em Juiz de Fora (MG), sua cidade. O retorno já tem data marcada: confronto de ida da semifinal do Brasileiro Série D, no domingo (28), contra o Jacuípense-BA. Na capital amazonense desde fevereiro, o mineiro Fajardo estava distante da sua família há cerca de cinco meses.

Com a ausência de Fajardo, quem comandou a primeira atividade do time após o jogo do acesso foi o auxiliar técnico André Lima. O treino já visou o confronto contra o Sobradinho-DF, na quinta-feira (25), e aconteceu no estádio Ismael Benigno, a Colina. Para André, é hora de mudar o foco. 

“Agora é virar a ‘chave’ e pensar na Copa Verde. É outra competição. O primeiro objetivo, que era o acesso, nós já conquistamos”, afirmou o auxiliar técnico, que fica à beira do campo na partida contra o Sobradinho-DF e comanda os demais treinos até domingo. “O Sobradinho-DF tem uma boa equipe, que foi remontada para a disputa da Copa Verde. Vai ser um jogo bem complicado”, completou.

Para a disputa da Copa Verde, ao menos nesse jogo de ida, na Bahia, é possível que algumas peças sejam resguardadas visando a semifinal do Brasileiro Série D. De acordo com André, as definições vão passar por conversas com o treinador Welington Fajardo. “A ideia é levar um time que esteja o mais descansado possível. Eu ainda vou falar com o treinador Fajardo. A Série D ainda não acabou então é pensar na Copa Verde sabendo que depois tem a Série D”, comentou o auxiliar técnico.

Vale muito

O vencedor da Copa Verde deste ano garante vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil de 2020. Além de troféu e reconhecimento nacional, o vencedor do torneio fica com uma quantia de R$ 2.500.000. O atual campeão é o Paysandu.

Receba Novidades

* campo obrigatório
News ac1 c11005fb a54c 4884 8608 3c793bab9e30
Repórter de A CRÍTICA

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.