Domingo, 19 de Maio de 2019
ANÁLISE

Após derrota por 2 a 1 amistoso, treinador Zé Ricardo analisa estreia do Flamengo

Rubro-Negro foi derrotado pelo Vila Nova-GO neste sábado (21). Zé disse que a equipe pode “tirar lições” do primeiro revés



20170121201118_996.jpg
Zé Ricardo disse que o Flamengo precisa 'fazer ajustes' para a estreia do Carioca (Foto: Gilvan de Souza)
22/01/2017 às 11:04

Terminada a partida de estreia do Flamengo na temporada, onde o time carioca perdeu por 2 a 1 para o Vila Nova-GO neste sábado (21), o técnico Zé Ricardo concedeu entrevista coletiva no estádio Serra Dourada, em Goiânia. De olho no primeiro jogo oficial do Rubro-Negro no Cariocão 2017, o treinador falou sobre alguns ajustes a serem feitos na equipe, além de ressaltar a diferença de tempo de treinamento nessa pré-temporada para o adversário. Veja os principais trechos abaixo.

Desempenho rubro-negro

Percebemos a diferença de alguns dias de trabalho para o adversário. Eles têm características de velocidade, trabalham muito com o jogo de transição. Nos esperaram durante momentos da partida e tiveram êxito nos contra-ataques. Podemos tirar lições. Precisamos fazer ajustes, pois já temos nossa estreia no Carioca semana que vem.

Substituições

O planejamento previa essas alterações. Não queríamos correr o risco de que algum atleta sofresse uma carga maior. Estamos vindo de dez dias com alguns treinos em carga integral, então não seria o ideal expor o time a mais de 45 minutos. Também quis observar nosso elenco. Temos ajustes a serem feitos, mas há coisas positivas que podemos tirar desse confronto.


Damião marcou após longo jejum, mas não evitou derrota do Fla (Foto: Gilvan de Souza)

Estreia de Trauco

Ele veio muito bem recomendado. Fizemos um trabalho de análise grande com esse jogador. Após trocarmos informações com alguns profissionais do Peru, concluímos que era o atleta ideal para integrarmos ao grupo. Participou muito bem durante a preparação que fez conosco nesses primeiros dias. Hoje atuou bem e mostrou muita personalidade.

Nova função de Mancuello

Essa foi a primeira experiência. Conversamos bastante, há um tempo de adaptação à essa nova posição. Mancuello é extremamente inteligente, participativo e colaborativo. Outras oportunidades serão dadas. Com ele mais próximo ao Diego, com certeza sairão coisas boas. No entanto, não abrirei mão de trabalhar por ali com atletas que tenham outras características, com outra maneira de jogar.

*Com informações da assessoria de imprensa


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.