Publicidade
Esportes
Caiu!

Após eliminação na Libertadores, Diego Aguirre deixa o Atlético Mineiro

O treinador uruguaio pediu para sair do comando do Galo após o time ser eliminado em casa, diante do São Paulo 19/05/2016 às 13:14
Show aguirre
O treinador confessou que já havia pedido para sair, mas que o clube pediu para que ele permanecesse até o fim da Libertadores (Foto: reprodução site Atlético Mineiro)
Camila Leonel Manaus (AM)

O técnico Diego Aguirre não resistiu à eliminação do Atlético Mineiro na Libertadores. O treinador anunciou a sua saída na manhã desta quinta-feira (19). Em entrevista coletiva na Cidade do Galo,  ele comunicou que decidiu deixar o clube por não conseguir o objetivo do Galo: ser bi da Libertadores.

"Venho comunicar que decidi deixar o comando do time. Não conseguimos o nosso grande objetivo, que era a Libertadores. Vinte dias atrás, quando passamos para a 2ª fase da Libertadores, pedi para deixar o clube. Daniel me pediu para ficar. Depois, ficou decidido que ficaria até o fim da nossa participação na Libertadores. O que foi ontem e assim aconteceu”, disse Aguirre, que agradeceu ao clube, aos jogadores e à imprensa.

Aguirre foi anunciado no Galo no fim do ano passado para comandar a equipe em 2016. Foram 31 jogos, 16 vitórias, sete empates e oito derrotas. Sob a sua batuta, o Atlético marcou 54 gols e sofreu 28. O treinador vinha pressionado desde o campeonato mineiro devido a algumas atuações ruins. O time foi vice-campeão do estadual, após empatar e perder para o América Mineiro. Durante a campanha, resultados como uma derrota para o Tricordiano, que lutava contra o rebaixamento, geraram questionamentos quando ao trabalho do professor. Outro fato que deixou a torcida “na bronca” foi o fato do equatoriano Cazares, jogador de qualidade, ficar no banco de reservas.

Durante a coletiva, o presidente do Atlético, Daniel Nepomuceno, falou que ainda não há um nome para o lugar de Diego Aguirre.

"Ele deixa vários ensinamentos. Treinador moderno e competente. Mas o futebol traz esses dias de iniciamento de etapas. Ainda não conversei com nenhum treinador. Hoje não está sendo um bom dia. Só tenho que agradecer ao Diego”, declarou.

Com ou sem treinador, o Atlético Minieiro volta a campo no domingo (22) pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. O adversário é o Atlético paranaense, às 15h.

Publicidade
Publicidade