Quinta-feira, 27 de Fevereiro de 2020
Craque

Após esquecimento, Escola de Remo será revitalizada

Acordo feito entre Prefeitura e a Federação Amazonense de Remo (FAR) prioriza reforma e ampliação do local. Obras devem ser iniciadas em um mês e meio



1.jpg Hissa Abrahão cumprimenta atletas do remo
15/02/2013 às 18:03

Com as atividades paralisadas desde agosto de 2010, devido às obras na Ponta Negra, os remadores receberam uma ótima notícia na manhã desta sexta-feira (14): a revitalização da Escolinha de Remo. O anúncio foi feito pelo prefeito em exercício e secretário municipal de Infraestrutura e Habitação, Hissa Abrahão, que esteve no complexo acompanhado do secretário municipal de esportes, Fabrício Lima. A prioridade é que as construções sejam iniciadas em um mês e meio.

“Nós estamos constatando que aproximadamente 12 anos não há uma reforma e nenhum compromisso do poder público em ajudar os remadores. E hoje nós estamos assumindo publicamente este compromisso de ajeitar, reformar a estrutura e quem sabe até ampliar a área. Este é um local bonito, visitado por vários turistas e nós temos interesse em fazer este esporte voltar a gerar muitos e muitos campeões”, afirmou Hissa Abrahão.



Sem água e luz no local, Hissa se dispôs em acabar de vez com todos os problemas da escolinha, afirmando que a prefeitura vai pagar as despesas.

“Não dá para chamar um garoto da periferia para treinar e não oferecer condições mínimas como água e luz. Logo, a Prefeitura de Manaus vai assumir a água e a luz deste local e quando a Federação tiver condições de caminhar sozinha, ela mesma ficará responsável por esta parte. Nós vamos colaborar no que for possível e a Prefeitura vai entrar de cabeça para ajudar estes atletas”, comentou Abrahão.


O presidente da Federação Amazonense de Remo (FAR), Aristóteles Neto, comemorou a boa nova e afirmou que a revitalização será sinônimo de conquista para o esporte.

“O remo merece está atenção, pois somente assim poderemos voltar ao topo. Estou muito feliz com o comprometimento do poder público”, disse.

O acordo feito entre Prefeitura e FAR num primeiro momento é a reforma da Escolinha de Remo. Com o projeto de ampliação do local, que deve ser entregue daqui a uma semana pelo arquiteto Almir Oliveira à Semdej, a entidade passa este planejamento a Secretaria Municipal de Infraestrutura e Habitação (Seminfh) que irá sinalizar o andamento para a extensão do local. Segundo Almir Oliveira, a proposta de ampliação prevê um miniauditório para cem pessoas, uma oficina de reparo de barcas, duas salas administrativas, sendo uma para o remo e outra para o triatlhon, além de uma área reservada para as bicicletas.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.