Sexta-feira, 21 de Fevereiro de 2020
do banco à glória

Após gol da vitória, Rian exalta força do elenco do Rio Negro

Jogador saiu do banco de reservas para marcar o gol salvador do Galo diante do São Raimundo; meia-atacante falou da situação difícil do grupo, mas elogiou o brio dos companheiros



rian.JPG Rian marcou golaço que celou triunfo do Galo sobre o Tufão da Colina (Foto: Denir Simplício)
13/10/2016 às 10:17

"O Rio Negro tem elenco forte e provou isso hoje e agente vai em busca da classificação contra o Fast”, a declaração de Rian ainda à beira do gramado do estádio da Colina é de quem está focado no campeonato. O meia-atacante entrou no segundo tempo do duelo com o São Raimundo, na tarde desta quarta-feira (12), e marcou o gol salvador, que colocou o Galo mais forte do que nunca na briga pela vaga à semifinal do Barezão Centenário.

Feliz com o tento marcado aos 26 minutos da etapa final, o jogador comemorou a vitória, falou dos problemas que o plantel rionegrino atravessa, mas fez questão de exaltar a foça dos companheiros de equipe.



"Estou muito feliz, quero agradecer a Deus, primeiramente. Todos sabem da nossa dificuldade, do que estamos passando: salário atrasado e outras coisas, que está difícil. Mas mesmo assim, aqui têm homens, pais de família e conseguimos essa vitória. Fico feliz por ter saído do banco e ter podido ajudar", comemorou o jogador comentando o próprio gol, o da vitória diante do Tufão.

"Eu puxei pro meio - é uma jogada que costumo fazer bastante no treino: puxo pro meio e 'chapo' ela (bola). Tive a felicidade de ela ter desviado no zagueiro e entrar, mas o gol foi meu e eu tô muito feliz por isso", concluiu Rian.

No sábado, o Rio Negro tem nova "decisão", desta vez com o Fast, às 16h, no estádio do Sesi, na Zona Leste de Manaus. Nova vitória do Galo garante o time de Rian na semifinal do Campeonato Amazonense. 

 


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.