Publicidade
Esportes
Leão

Após greve, Nacional mira jogo de ida contra Altos-PI pela Série D

Plantel do Leão da Vila Municipal fez último treino nesta sexta-feira (1º) antes do embarque para o Piauí, onde enfrenta a equipe do Altos; confronto é válido pela segunda fase da Série D 2018 01/06/2018 às 20:00 - Atualizado em 01/06/2018 às 20:03
Show ai
Capitão e líder do Naça, Ives retorna ao time depois de suspensão (Foto: Denir Simplício)
Denir Simplício Manaus (AM)

Depois de uma semana pra lá de conturbada na Vila Municipal, onde o  elenco do Nacional paralisou as atividades por dois dias por conta de salários atrasados, o Leão se prepara para a viagem para o Piauí onde enfrenta o Altos, no domingo (3), pela segunda fase do Campeonato Brasileiro da Série D.

Nesta sexta-feira (1º), com os ânimos mais tranquilos, o plantel nacionalino fez último treino, no CT Barbosa Filho, na Zona Leste de Manaus, visando o duelo com os piauienses. Capitão e líder da equipe, o volante Ives falou sobre a greve e o jogo contra o Altos-PI.

“Tivemos uma reunião com a diretoria e eles colocaram a proposta que poderiam ajudar a gente na situação financeira porque já foram para três meses (atraso salarial) e a gente colocou nossa ideia também. Mas não deixamos de pensar no jogo decisivo que nós temos”, disse Ives afirmando que diretoria e elenco já se entederam e apostando numa boa partida do Naça no jogo de ida do confronto.

“Agora está tudo certo e a gente vai com tudo no domingo lá no Piauí, pelo menos pra sair com meio caminho andado na classificação ou até mesmo com o empate”, enfatizou o volante, que retorna ao time após ficar de fora da última rodada por suspensão.

Questionado se a equipe iria se empenhar ainda mais em campo por conta da promessa do presidente Roberto Peggy, em deixar o comando do clube caso o Leão avance às oitavas de final da competição, Ives desconversou, mas sem antes "cutucar" o mandatário do Leão.

"Essa situação do presidente sair ou não já não é mais muito importância dos jogadores. A gente tem de entrar em campo pra fazer nosso papel, mas ele sabe da responsabilidade que é a questão dos salários dos funcionários do clube, que ele deixou um pouco a desejar. Mas quem ficou responsável por essa situação vai corresponder", concluiu.

Publicidade
Publicidade