Sexta-feira, 05 de Junho de 2020
RETORNO

Após longo período parado, jogador amazonense volta a treinar na Polônia

O meia Arlilsom Ferreira, do Lazek Pisarzowice, voltou aos treinos hoje. Segundo recomendações do ministério da Saúde do país, apenas seis jogadores e um treinadores estão liberados para usar o campo



WhatsApp_Image_2020-05-05_at_17.34.16_5BF81BA0-A1AD-4247-A648-5B6D94EAFF47.jpeg Foto: Arquivo pessoal
06/05/2020 às 16:20

Enquanto as atividades relacionadas ao futebol permanecem paralisadas em território brasileiro e em grande parte do mundo, um amazonense já prepara as chuteiras no ‘Velho Continente’. Atuando no Lazek Pisarzowice, da Polônia, Arlilsom Ferreira volta aos treinos hoje, ainda sob as regulamentações do Ministério da Saúde do país. 

De acordo com o meia, no momento, apenas seis jogadores e um treinador têm a permissão para treinar no campo do centro de treinamento do clube.



“Nessa primeira semana liberaram os campos de maneira limitada. Se os casos não aumentarem na próxima semana e permanecerem estáveis, já vão permitir que 12 jogadores treinem”, detalhou Ali, como é chamado pelos amigos na Polônia, onde mora há dois anos.


No primeiro dia de permissão para treinos, Ali treinou sozinho. Foto: Acervo pessoal

Assim como os centros de treinamentos, outros estabelecimentos também se preparam para voltar ao ‘normal’. Arlilsom contou que Lukasz Szumowski, ministro da Saúde da Polônia, disse que restaurantes e salões de beleza devem ser abertos no início da segunda quinzena de maio.

“Os supermercados já até voltaram a funcionar normalmente, mas todos que entram são obrigados a estarem com máscara, seguindo os cuidados”, explicou o jogador.

Campeonato ‘negativo’

Mas se os treinos já voltaram, os campeonatos ainda estão sob incerteza, pelo menos por enquanto. Disputando as divisões inferiores da Liga da Polônia, o clube de Ali depende da decisão da Associação Polonesa de Futebol (PVPN) para saber se fica com ou sem o acesso a uma divisão superior. A decisão, segundo o jogador e a entidade responsável pelo futebol no país, sai no dia 11 deste mês.

“Eles vão decidir se acabam o campeonato de vez, e todos os times permanecem na mesma divisão no próximo, se terminam com apenas os primeiros colocados conseguindo o acesso ou se terminam com os primeiros subindo de divisão e os últimos sendo rebaixados”, detalhou o meia do Lazek Pisarzowice. Na primeira divisão, o retorno foi freado por testes de Covid-19.

“Eles já estavam querendo voltar com jogos sem torcida, mas eles liberaram testes para os clubes fazerem com os jogadores e alguns atletas testaram positivo. Por isso precisaram segurar”, completou o jogador amazonense.

News leonardo 9028af08 26fb 4271 b322 4409cded8370
Repórter do Craque
Jornalista em formação na Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e repórter do caderno de esportes Craque, de A Crítica. Manauara fã da informação e que procura aproximar o leitor de histórias – do futebol ao badminton.

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.