Segunda-feira, 19 de Abril de 2021
Recuperação

Após meses afastado por lesão e cirurgia, Igor fica próximo de retorno aos gramados

Em conversa ao A Crítica, lateral-direito conta como tem sido sua expectativa no dia a dia para voltar e ajudar o Manaus FC nos objetivos da temporada



WhatsApp_Image_2021-01-28_at_19.26.15_1E8088F9-FFB5-4DA2-8BDD-80AC51D949AF.jpeg Foto: Ismael Monteiro/Manaus FC
29/01/2021 às 12:23

Após realizar cirurgia nos dois tendões de aquiles no final de setembro de 2020, o lateral-direito Igor Carvalho acabou perdendo o restante da campanha do Manaus na Série C de 2020. Com previsão para retornar aos trabalhos após oito meses, tudo indica que o lateral deva conseguir acelerar este processo.

Em conversa ao A Crítica, o atleta conta como tem sido sua expectativa no dia a dia para retornar aos gramados e ajudar o Gavião do Norte nos objetivos da temporada.

“Fico um pouco ansioso, querendo voltar antes do previsto, a gente só tem quatro meses de recuperação e eu já quero fazer algumas coisas, voltar a treinar com o pessoal, mas a gente sabe que tá muito cedo. A recuperação tem sido fantástica, essa ansiedade é meio que por conta disso, as coisas fluíram muito bem, a expectativa é boa demais para voltar. E a gente está finalizando o processo, não pode se antecipar nada para que não tenhamos nenhum problema futuro, então é necessário ter essa paciência”, diz o jogador do clube esmeraldino.

Com contrato até o final de 2021, a última partida em que Igor atuou foi na derrota por 1 a 0 contra a Jacuipense-BA, no último dia 22 de agosto, pela terceira rodada da Série C. Sendo obrigado a prestar contribuição aos seus companheiros apenas fora de campo, o lateral fala à reportagem como foi o sentimento de não conseguir ajudar dentro das quatro linhas e projeta seus objetivos para a atual temporada, assim que voltar aos treinamentos.

“Foi o período mais difícil da minha carreira, a gente não imagina ficar de fora de um Campeonato tão importante, tendo feito uma cirurgia delicada e com um tempo tão grande para retorno. Mas graças a Deus fizemos um bom trabalho, mantivemos o clube na Série C e nesse ano temos a oportunidade de almejar coisas melhores, como o tão sonhado acesso. Meu objetivo para a temporada é primeiro voltar a treinar, me condicionar, para aí ficar à disposição e procurar fazer bons jogos”, frisou.

Titular absoluto no Manaus de Welington Fajardo, Igor conquistou o torcedor Esmeraldino pela sua força e a chegada com eficiência quando precisa subir ao ataque. Um dos seus grandes momentos em 2020, foi quando deu a assistência para Spice cabecear para o gol e empatar o duelo das semifinais do ‘cancelado’ Barezão de 2020 contra o Fast, - o que acabou dando a classificação para a decisão pelo fato da equipe poder jogar por um empate.

Agradecido por este reconhecimento do torcedor, Igor não esconde que no início existiu um receio de acabar sendo esquecido, levando em consideração o período de tempo que lesões como a sua levam para que um atleta possa conseguir voltar à campo. Porem, o carinho nas redes sociais ou quando encontra algum torcedor, logo o fez perder esse ‘medo’.

“É gratificante demais o carinho do torcedor, ainda mais quando você fica um tempo parado, só se recuperando da cirurgia, você pensa que as pessoas irão esquecer de você, mas aí a gente vê que não é bem assim, eles continuam ali, mandando mensagem, pedindo pra fazer foto, e isso só faz a gente querer se motivar para voltar o quanto antes”, destacou Igor.

Quando acabou se lesionando, quem acabou assumindo a titularidade da posição foi o lateral Edvan. Quando perguntado sobre como é nos bastidores a ‘competição amigável’ por uma vaga no time titular, Igor logo tratou de deixar de lado qualquer conduta competitiva entre os companheiros e deu sua opinião de como vê essa relação.

“Dentro do elenco a gente nunca tratou isso como competição entre nós, competição é contra o time que vamos enfrentar. Entre nós, a gente se cobra bastante, toda vez que eu acho que um trabalho não está sendo feito com produção eu cobro ele, e vice-versa, então é um ajudando o outro, e aí fica a critério do treinador analisar quem tá melhor e por pra jogar”, concluiu.

Próximo desafio

A Confederação Brasileira de Futebol definiu na tarde de quinta (28) o sorteio que bateu o martelo de quem jogará a segunda partida em casa nas quartas de finais da Copa Verde. Após o Manaus golear o Atlético-AC por 5 a 1 na última segunda-feira (25) e o Paysandu fazer 4 a 1 contra o Galvez-AC, Gavião e Papão farão o duelo das quartas de finais ainda com data, horário e local a serem definidos. Com o sorteio, a equipe paraense decidirá o segundo jogo em casa. É importante destacar, que o Manaus ainda não tem confirmação se poderá jogar na capital amazonense por conta dos efeitos da pandemia no estado.



Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.