Publicidade
Esportes
Futebol feminino

Após não renovar com o Iranduba, Sâmia anuncia que vai jogar no São José-SP

Sâmia deixa o Amazonas para retornar ao clube que estava antes de vir jogar no Iranduba: o São José Esporte Clube 15/02/2017 às 16:29
Show 1194762
Sâmia chegou no início do ano passado ao Iranduba, mas não renovou seu contrato para este ano, e decidiu voltar ao 'Águia do Vale' (Foto: Aguilar Abecassis/Arquivo AC)
Jéssica Santos Manaus (AM)

A jogadora amazonense Sâmia Pryscila, ‘a Águia’, está alçando voo de volta ao ‘Águia do Vale’, como é conhecido o time São José  Esporte Clube, de São José dos Campos-SP, equipe onde jogou em 2015, antes de sua passagem pelo Hulk. Em entrevista ao CRAQUE, a volante confirmou sua saída do Iranduba. "Passei um mês de férias em Canutama, onde minha mãe mora e, quando voltei, estive em contato com alguns clubes, entre eles o São José. E após uma negociação que vinha desde o início do ano, decidi ir para lá, porque é um time grande, em que já tinha jogado”, disse.

Sâmia volta para o São José E.C., após um ano fazendo parte do elenco do Iranduba (Foto: divulgação)

Sâmia afirma que está satisfeita com seu retorno ao São José. “Tô feliz. O clube é conhecido, tem título da Libertadores. Já conheço a cidade, algumas das meninas, e lá vou jogar só futebol de campo, então poderei focar bastante nos campeonatos”, afirma.

E bota campeonato nisso. O São José disputará o Campeonato Brasileiro, jogos regionais, jogos abertos, Campeonato Paulista, entre outras competições. “Lá vou disputar bem mais competições do que disputaria aqui, incluindo o Campeonato Paulista, que é uma competição muito importante. Vai ser cansativo, muitas viagens, eu tenho pavor de avião, mas supero isso para ir aos jogos e voltar das partidas com os 3 pontos ganhos”, disse.

Sâmia ainda não sabe a data exata de sua ida para São Paulo, mas afirma que será na próxima semana. “Elas já começaram a treinar, e também preciso chegar logo lá”, disse.

O técnico da equipe, Márcio Oliveira, está contente com a contratação de Sâmia pelo São José. "O retorno da Sâmia ao time se deu pela qualidade técnica do seu futebol. Ela será uma das titulares, entrando no nosso planejamento tático para nos ajudar. Nosso objetivo é vê-la também na seleção brasileira de futebol", afirma.


O Iranduba
Sâmia afirma que não renovou contrato com o Iranduba para o ano de 2017 porque as negociações com o clube acabaram não dando certo. “Eles estavam em contato comigo para renovarmos, mas não chegamos a um acordo. Daí eu avaliei as propostas que eu tinha, e escolhi o que será melhor para mim”, afirma. 

Assim, Sâmia deixa o time que a trouxe de volta ao Amazonas, no início de 2016, mas afirma que foi um ano bom para ela, que pôde jogar futebol de campo pela primeira vez ‘em casa’. “Foi muito legal poder jogar em casa, jogar futebol de campo que eu ainda não tinha jogado em Manaus, já que só disputava futsal antes, também disputar o Campeonato Amazonense e competições como o Peladão, que eu sempre ouvi falar”.

Além de ter mostrado o seu talento na sua terra natal, Sâmia ressalta o carinho que o time tem da torcida, fato que a deixou impressionada. “A melhor parte de jogar no Iranduba é a torcida, que nunca vi nada igual. Joguei 10 anos em diversos times brasileiros, mas não há nada parecido para os times de futebol feminino”, ressaltou. 

Ela lembra que, antes da final da Copa do Brasil, o time foi a escolas convidar crianças para irem assistir às partidas, e disse: - eu ficava encantada com tantas crianças de várias idades que gostavam da gente, e compareciam nos jogos. Após essas lembranças positivas de um ano atuando com as meninas do Hulk, Sâmia agradece à diretoria, e diz que deseja sucesso às jogadoras que ficam. 

Publicidade
Publicidade