Quinta-feira, 12 de Dezembro de 2019
GUERREIRAS DO HULK

Após noite iluminada, atletas do Iranduba falam sobre vitória diante do Corinthians

A goleira Rubi e a meia Mayara, grandes responsáveis pelo triunfo na Arena, falam sobre os próximos passos no Brasileiro Feminino



13/04/2017 às 21:29

Após noite iluminada, as atletas Rubi e Mayara, principais responsáveis pela vitória do Iranduba diante do Corinthians, na última quarta-feira (12), na Arena da Amazônia, em Manaus, bateram um papo com o Portal Acritica.com. As jogadoras falaram sobre o primeiro triunfo no palco da Copa de 2014 e das Olimpíadas de 2016 e também sobre os próximos passos no Campeonato Brasileiro Feminino.

O Hulk da Amazônia chegou ao topo da tabela após alcançar sete vitórias em sete jogos e de quebra bater um dos maiores rivais na disputa, o Timão. O empate de 2 a 2, em Manaus, e a derrota, em São Paulo, no ano passado, estavam entalados. Assim como o tabu de nunca ter vencido na Arena. Por isso, as meninas entraram em campo dispostas a fazer história. E fizeram.



A goleira Rubi, que conhece bem as atletas do Corinthians, estava em uma noite inspirada e fez pelo menos três grandes defesas, além de pegar um pênalti. À reportagem ela exaltou as qualidades das adversárias e reconheceu que foi uma partida difícil.

"O time do Corinthians tem jogadoras excelentes, algumas fazem parte da Seleção Brasileira principal e da base também. A gente sabia que seria um jogo complicado e em jogos assim é comum a goleira aparecer mais. A gente treinou forte, o time todo está de parabéns. Talvez a gente não tenha dimensão do que fizemos, mas com certeza é algo que vai ficar marcado nas nossas vidas e também na vida das pessoas que assistiram", completou.

Sobre o pênalti defendido, Rubi disse que foi abençoada, mas revelou que também estudou bastante as adversárias. "Deus me capacitou e quando eu fui exigida consegui fazer um bom trabalho e ajudar a equipe a sair com a vitória. A gente treina situação de pênalti sempre que possível, quando isso não acontece, a gente assiste um vídeo pra extrair as principais informações possíveis e dessa vez deu certo", disse a atleta.

Apesar de satisfeita com o resultado e com a campanha da equipe no turno, Rubi faz questão de deixar claro que ainda tem muita bola pra rolar nesse campeonato e por isso o time precisa manter o foco. "O que passou, passou. Agora a gente tem que focar no próximo jogo, buscar fazer uma boa partida e trazer a vitória. Temos que manter o mesmo objetivo, manter os pés no chão. Trabalhar mais para que os resultados continuem vindo", pontuou.

O Iranduba volta a enfrentar o Corinthians na próxima terça-feira (18), em partida válida pelo returno do Brasileiro e dessa vez, em São Paulo. A meia Mayara, autora do gol da vitória em Manaus, afirmou que sempre faz bons jogos diante do Timão.

"Nas duas partidas que eu fiz contra o Corinthians eu fui bem, ano passado dei passe pra um gol e esse ano eu fiz o gol. É sempre bom jogar contra um time grande porque sempre dá um gostinho de querer mais, de crescer mais na partida e eu fiquei muito feliz de ter feito gol e pela vitória da equipe também", comentou Mayara, que também falou que o triunfo em casa fortaleceu ainda mais o grupo.

"Quebramos um tabu com a vitória na Arena. Deu mais tranquilidade e com certeza vamos pra esse jogo mais fortes. Por mais que seja na casa delas, não vamos querer perder e por isso vamos trabalhar pra trazer mais esse resultado positivo".

O Iranduba encerrou o turno do Campeonato Brasileiro Feminino com 21 pontos e 22 gols marcados.

 


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.