Publicidade
Esportes
Craque

Após polêmica com CBAt, Vanda Gomes é flagrada em doping e pode pegar até 2 anos de gancho

Quarta colocada do ranking brasileiro dos 200 metros e peça importante no revezamento 4x100 metros do Brasil no atletismo, testou positivo para a substância anastrozol em um exame surpresa realizado no dia 25 de setembro. 08/12/2014 às 14:58
Show 1
Atleta Vanda Gomes pode se complicar
ACrítica.com Manaus (AM)

Um dos destaques do atletismo nacional, a velocista Vanda Gomes está suspensa por doping. Segundo comunicado divulgado nesta segunda-feira pela CBAt (Confederação Brasileira de Atletismo), a atleta, quarta colocada do ranking brasileiro dos 200 metros e peça importante no revezamento 4x100 metros do Brasil no atletismo, testou positivo para a substância anastrozol em um exame surpresa realizado no dia 25 de setembro, fora do período de competições.

Vanda foi comunicada do resultado, e chegou a apresentar suas justificativas, que foram rejeitadas pela Confederação. A atleta não solicitou a contraprova do exame (amostra “B”) e, como o prazo venceu na última sexta-feira, foi suspensa provisoriamente pela CBAt e aguarda julgamento do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) da CBAt. Se for condenada, poderá ser suspensa por até dois anos de qualquer competição.

Se for punida pelo doping, Vanda perderá os resultados do Troféu Brasil de Atletismo disputado em outubro, quando fez o quarto melhor tempo do País no ano nos 200m, o que a credenciaria para estar no revezamento 4x100m. Nos 100m, ela é oitava colocada. Em 2013, foi quinta no ranking nacional em ambas as provas.

O anastrozol é um inibidor de aromatase, medicamento criado para o tratamento do câncer de mama, e utilizado, por atletas, para inibir a transformação do hormônio sexual masculino, a testosterona, no hormônio feminino, o estrogênio.

Não é a primeira vez que a atleta se envolve em polêmica. Ano passado, após o Mundial de Moscou, Vanda Gomes disparou críticas à própria equipe do revezamento 4x100m do qual fez parte. Na oportunidade, falando para uma equipe de TV, ela justificou o insucesso naquela competição reclamando que a equipe treinou pouco e, além disso, alimentou-se e dormiu mal. Constrangida com as declarações, os dirigentes da CBAt denunciaram Vanda Gomes ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), pedindo que fosse suspensa. Curiosamente, em nenhum momento as companheiras da atleta saíram em sua defesa.

Publicidade
Publicidade