Domingo, 18 de Agosto de 2019
A volta por cima

Após quase desistir do esporte, Kleist Praia se recupera de lesão e faz história na Romênia

Amazonense foi campeão pela equipe SCM Craiova, na última temporada. Título inédito para o time e também para o atleta brasileiro que nunca antes havia sido campeão nacional



VOLEIBOL.jpg Atleta exibe a medalha e o troféu conquistados na Romênia este ano. Foto: Antonio Lima
06/06/2016 às 21:35

Há pouco mais de três anos, o amazonense Kleist Praia por muito pouco não desistiu do esporte. Na verdade, ele até tentou. Entrou para a faculdade de Engenharia, chegou a pensar em outros projetos, mas a paixão e o talento para jogar vôlei falaram mais alto. E foi assim, que, aos 26 anos, ele deu a volta por cima e fez história na Romênia, onde foi campeão pela equipe SCM Craiova, na última temporada. Título inédito para o time e também para o atleta brasileiro que nunca antes havia sido campeão nacional.

De volta a Manaus, Kleist conversou com o CRAQUE, relembrou a fase em que quase parou, falou sobre as expectativas para o futuro e também da lição que tirou dos últimos anos que, segundo ele, não foram tão fáceis quanto parecem.

“Passei por uma cirurgia no ombro direito em 2013 e naquela época pensei em parar de jogar vôlei, decidi buscar outras coisas. Em 2014, enquanto fazia fisioterapia, decidi me matricular em um cursinho pré-vestibular, mas aí surgiu a bolsa para cursar engenharia civil na Nilton Lins e lá em pouco tempo já estava integrado à equipe de vôlei”, comentou Kleist.

“Eu achava que o meu ombro ainda não estava 100%, mas aos poucos fui percebendo que poderia voltar a jogar, que as dores já não eram um problema. E assim ajudei ao time da Nilton Lins a conquistar a terceira colocação na Liga Desportiva Universitária (LDU), competição que foi realizada em Brasília”, contou Kleist.

De volta ao mundo do voleibol, o amazonense reencontrou amigos e fez também novos contatos. Dessa forma, encontrou um agente que o colocou de literalmente de volta ao mercado. Ainda em 2015, conseguiu um contato com o Chipre, mas não durou muito por lá. Em janeiro trocou de equipe e foi jogar no SCM Craiova.

Depois de quatro, cinco jogos ganhou a vaga na equipe titular e ajudou ao time a ser campeão pela primeira vez em sua história. E mais do que isso, provou que estava 100% recuperado da lesão no ombro, que quase o fez desistir.

“Essas oportunidades que surgiram pra mim na temporada realmente não poderiam me incentivar mais. Saí de uma situação bem difícil, com muitas dificuldades, dei a volta por cima e consegui sair de um time ruim e ir pra um time campeão. E fazer parte desse projeto ativamente, foi muito realizador, foi uma coisa inédita. Nunca tinha sido campeão nacional. Uma vez fiquei em terceiro lugar no Brasil e na Suíça em segundo”, relembrou.

Muitos planos para o futuro
De férias, Kleist aproveita o tempo livre para matar as saudades da família e dos amigos. Mas, claro, que ele também pensa no futuro. Ainda sem saber exatamente quais são os seus próximos passos - e se esses serão dentro ou fora das quadras - o atleta, que vem de uma família que respira esporte, aguarda novas propostas e pensa em um plano “B”, obviamente.

“Agora é pensar, aproveitar um pouquinho as férias, aproveitar a família, que depois de tanto tempo dá um pouco de saudade. Estudar propostas futuras, estudar projetos do esporte que é a minha paixão. Estou em uma fase excelente, estou feliz, isso (título) mostrou que consegui ser vitorioso no esporte, mas é uma prova que a gente consegue ser vitorioso na vida também com um pouquinho de força de vontade”, disse.

Especialista no assunto, Kleist também opinou sobre as seleções masculinas e femininas nos Jogos Olímpicos do Rio. “Com certeza o Brasil já é referência internacional no vôlei. Na década passada a gente ganhou praticamente tudo, essa década a gente vem lutando, mas ainda com bons resultados, devido à renovação da seleção brasileira. Porém, sem dúvida nenhuma, em qualquer competição internacional, o Brasil vai ser sempre o favorito, tanto no masculino como no feminino”.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.