Publicidade
Esportes
Craque

Após se livrar do rebaixamento, Palmeiras demite Dorival Júnior e cúpula de futebol do clube

Menos de um dia depois de escapar da degola no Brasileirão, a diretoria do clube paulista dispensou o técnico. Além de Dorival, Brunoro e Feitosa, responsáveis pelo departamento de futebol do time, também foram demitidos  08/12/2014 às 20:17
Show 1
Dorival Júnior foi demitido do Palmeiras um dia após o time paulista escapar do rebaixamento à Série B do Brasileirão.
ACRITICA.COM Manaus (AM)

Dorival Júnior não é mais o técnico do Palmeiras. A notícia foi divulgada em nota oficial na tarde desta sedunda-feira (8), menos de 24 horas depois do clube paulista escapar de cair pra Série B do Campeonato Brasileiro. Além do treinador, o diretor-executivo José Carlos Brunoro e o gerente de futebol Omar Feitosa também foram dispensados do Verdão.

Para “se livrar” do técnico definitivamente, a diretoria do Palmeiras terá de pagar uma multa correspondente a um salário mensal do treinador, que tinha contrato até julho de 2015. Dorival Júnior se apresentou oficialmente como comandante do Porco no dia 3 de setembro, para substituir o argentino Claudio Gareca. Em pouco mais de três meses à frente do Alviverde, ele acumulou seis vitórias, cinco empates e nove derrotas.

O anúncio da demissão de Dorival veio um dia depois do empate com o Atlético-PR, em 1 a 1, que manteve o time na elite do futebol nacional. A equipe paulista, que comemorava o seu centenário, lutou até a última rodada do campeonato contra o rebaixamento. O alívio só veio depois do fim do duelo entre Vitória e Santos, no Barrdão, quando o time da Baixada Santista venceu os baianos por 1 a 0, ajudando o Porco a se livrar da queda.

Logo depois do duelo contra os paranaenses e da manutenção do time na série A do Brasileirão, Dorival se mostrava confiante em permanecer no comando do Verdão para a próxima temporada.

"Ficamos satisfeitos por termos conseguido a manutenção da equipe, mas longe de estarmos contentes com o trabalho. Foi o trabalho mais difícil da minha careira. Merecimento não discuto, fui contratado, e o maior problema no momento era o rebaixamento, a situação era complicada. Vou discutir internamente com a diretoria, se vou ser mantido ou não, a diretoria tem que pensar o que acha mais conveniente. Logicamente, tenho vontade de continuar”, revelou.

Além das demissões desta segunda, o Verdão deve ter ainda mais novidades nesta semana. Alexandre Matos, diretor de futebol do Cruzeiro, deve ser anunciado como o novo comandante do futebol do clube.

Confira a nota na íntegra: 

José Carlos Brunoro, Omar Feitosa e Dorival Júnior não integram mais o Departamento de Futebol do Palmeiras. O diretor-executivo, o gerente e o treinador conversaram com a diretoria do clube na noite desta segunda-feira (08) e ficou decidido que não continuarão em seus respectivos cargos.

O clube agradece pelos serviços prestados pelos profissionais e deseja sucesso na sequência de suas carreiras.

O presidente Paulo Nobre concederá entrevista coletiva nesta terça-feira (09) para falar sobre o assunto.

Publicidade
Publicidade