Publicidade
Esportes
Craque

Após ser goleado em Rio Branco, Princesa do Solimões corre risco de ser eliminado do Brasileirão

Tubarão foi goleado pelo Atlético-AC por 5 a 2, na noite deste domingo (7), no estádio Arena da Floresta, em Rio Branco, e pode se despedir precocemente da Série D 08/09/2014 às 09:39
Show 1
Princesa mais uma vez, mostra instabilidade ao ser goleado na Arena da Floresta
Jornal A Crítica ---

O Princesa até tentou, mas não conseguiu parar o veloz time do Atlético-AC. Expondo falhas na defesa, como é de costume, o time amazonense até ficou à frente do placar, apesar de três desfalques. Na volta para o segundo tempo, com a expulsão do lateral direito Deurick, o time se fechou e acabou levando quatro gols quando vencia por 2 a 1, na noite de ontem, no estádio Arena da Floresta, em Rio Branco.

Com a derrota o Tubarão, com 13 pontos, viu os adversários Genus (12), Atlético (11) e Santos (10) encostarem. Agora, o time da terra da ciranda tem a obrigação de vencer o líder Rio Branco-AC, jogando no Acre, no próximo final de semana e vencer o Santos na última rodada, em Manaus, pra buscar a classificação, independente da combinações de resultados.

De virada

Com três desfalques, o time de Manacapuru jogou com He-man na zaga, Deurick na lateral direira, Gelvane, que voltou de contusão, na lateral esquerda, e Baé no meio. O Princesa foi pra cima tentando intimidar o adversário. O setor ofensivo com Nando, Branco e o apoio de Michel Parintins e Fininho conseguia chegar até a área Acreana, mas não consguiam furar a defesa.

Em um vacilo da defesa, o Atlético, aos 20 minutos, marcou o primeiro gol. Neném aproveitou vacilo da zaga e, do meio da área marcou. Aos 35, o Princesa empatou com Michel, de cabeça. A virada do Tubarão saiu aos 42. Em contra-ataque, Branco recebeu de Fininho e mandou para o gol: 2 a 1.

No segundo tempo, aos 5 minutos, Deurick foi expulso por reclamação. Com 10 em campo, a equipe suportou a pressão até os 20. Sem marcação, Josy mandou de cabeça, após cruzamento para a área. 2 a 2. Nove minutos depois, Ley chuta cruzado: 3 a 2. Um minuto depois, Josy marcou de pênalti. 4 a 2. Aos 43, Josy ainda teve tempo de marcar seu terceiro na partida depois de mais um erro da zaga do Princesa. 5 a 2.

Publicidade
Publicidade