Publicidade
Esportes
Craque

Após terceira vitória no UFC, Adriano fala sobre vaias e objetivo maior: disputar o cinturão

"A gente luta para o público, mas pensando em vencer e subir na categoria", declarou o lutador amazonense ao CRAQUE após a vitória sobreo russo Rustam Khabilov 23/02/2015 às 08:49
Show 1
Adriano comemora vitória sobre russo no UFC Night Fight 61
Felipe de Paula Manaus (AM)

Após vencer o russo Rustam Khabilov no UFC Night Fight 61, em Porto Alegre, na noite desse domingo (22), o manauara Adriano Martins teve de comemorar a vitória sob vaias da torcida gaúcha, que esperava um combate mais vistoso, com maior iniciativa por parte do brasileiro.

Cauteloso e mirando mais à frente, Adriano usou da estratégia para dar um passo a mais na maior organização de MMA do mundo e conquistar aos poucos o direito de disputar o cinturão dos pesos leves, o que pode não estar longe depois da terceira vitória em quatro lutas no Ultimate.

Após o combate, Adriano conversou com a reportagem do CRAQUE e comemorou o resultado, mostrando que, independente do protesto do público, tem seu objetivo muito bem definido no UFC.

"A gente vence com inteligência e estratégia. Às vezes o público espera outra coisa, troca, finalização, nocaute, mas isso também é conforme o nosso objetivo, que é estar entre os melhores. A gente estuda o adversário justamente para isso", declarou.

"Nosso trabalho é este: pensar no próximo passo, independente de como aconteceu a vitória, 'vamo que vamo'! A gente luta para o público, mas pensando em vencer e subir na categoria", acrescentou o tricampeão mundial de jiu-jitsu, que agradeceu à torcida amazonense.

"Queria agradecer a todo mundo, pela energia positiva da torcida, pelas mensagens que recebi. Estou 'felizão' pela vitória, e agora é descansar um pouco, ficar com a família e pensar no próximo passo", disse ele.

E qual seria? "Isso fica por conta do UFC", disse, que garantiu que vai ficar "amarradão", em especial se o colocarem para lutar com os nomes mais fortes da categoria. "Nosso objetivo é esse, de lutar com os melhores e um dia disputar o cinturão. Vamos fazer o que tiver ao nosso alcance pra estar conquistar isso", finalizou.

Publicidade
Publicidade