ESPERANÇA

Aposta do Iranduba, Cocote revela desejo: 'Quero dar uma casa para minha mãe'

O atleta de 17 anos deu entrevista ao CRAQUE sobre este início de carreira no futebol profissional

Daniel Prestes
15/01/2022 às 16:40.
Atualizado em 08/03/2022 às 16:10

(Foto: Iago Albuquerque)

Tendo a oportunidade de atuar pela primeira vez profissionalmente, Francinildo Pinheiro Bezerra, conhecido como “Cocote”, é uma das apostas do Iranduba da Amazônia para o Barezão 2022. O atleta de 17 anos chegou ao Hulk pelas suas atuações no Campeonato Amazonense sub-17 e sub-19 em que defendeu a equipe da Associação Desportiva Arsenal.

Morador do bairro Novo Amanhecer, no próprio município de Iranduba (distante 27km da capital), Cocote revelou que precisou largar a escola para focar no sonho de ser jogador de futebol. Entusiasmado com a chance de representar o clube que leva o nome da cidade em que morou boa parte de sua vida, o jogador revelou.

“Isso é um sonho que eu tenho desde moleque. Eu penso nessa possibilidade para ajudar minha família, será uma honra jogar no Iranduba, time da minha cidade, meu desejo agora é trabalhar bastante para conquistar tudo que eu sempre almejei”, afirmou Francinildo, que nasceu em Careiro Castanho, mas mora em Iranduba desde os 7 anos de idade.

Quando tinha 14 anos, para ajudar nas contas de casa, o jovem atacante do Hulk trabalhou como ajudante de pedreiro com o seu padrasto. A motivação para trazer melhores condições para a sua família fica evidente quando ele conta sobre o que deseja conquistar no esporte.

“Eu quero dar uma casa para minha mãe, onde a gente mora é muito perigoso e quero ajudar nesse lado financeiro e levar minha família para outro lugar. Minha mãe fala para eu me dedicar nos treinos, pois desta forma eu vou chegar aonde eu quero. Meu sonho é conseguir jogar um Brasileirão e ter a oportunidade de atuar na Libertadores, sei que são objetivos distantes, mas quero construir tudo um passo de cada vez”, afirmou Cocote.

Inspiração

Quando perguntado pela reportagem em que jogador se inspira, Cocote respondeu que é fã da forma de atuar do atacante Antony, do Ajax e da Seleção Brasileira, inclusive, não é coincidência que as características passadas pelo ‘menino de Iranduba’ se assemelham com a do ex-atleta do São Paulo.

“Gosto de jogar pelos lados, tentar a jogada individual para surpreender os adversários com a minha velocidade, essa é a minha forma de atuar dentro de campo”, concluiu.

Estreia do Iranduba

Cocote e o restante do grupo alviverde estreia contra o Princesa do Solimões, no dia 26 de janeiro, às 15h30, no estádio Gilbertão, em Manacapuru. Já na 2ª rodada do Barezão, o Hulk da Amazônia enfrentará o Nacional, no dia 30 (domingo), às 15h, no estádio Álvaro Maranhão, em Iranduba.

Assuntos
Compartilhar
Sobre o Portal A Crítica
No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.
© Copyright 2022Portal A Crítica.Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por
Distribuído por