Quinta-feira, 03 de Dezembro de 2020
Futebol

Apoteótico: Hamilton faz dois e despacha Santa Cruz em pleno Arruda

Placar por 2 a 1 garantiu a primeira vitória do Manaus fora de casa e derrubou a sequência de 10 jogos sem derrotas do Santa Cruz, líder do grupo A



a76d21d8-bc17-4da7-81dc-3d90dc4161a2_92E41FCA-5322-4F45-AEFD-330BB75A70EE.jpg Foto: Divulgação
21/11/2020 às 20:26

Com direito a teste pra cardíaco, foi desta forma que o Gavião do Norte bateu o Santa Cruz, pelo placar de 2 a 1, na noite deste sábado (21), no estádio Arruda, pela 16ª rodada da Série C. Os gols do Manaus saíram com Hamilton aos 11 do segundo tempo, após se aproveitar de rebote do goleiro Maycon Cleiton e aos 20, tendo extrema felicidade na grande área. O Santa diminuiu em cobrança de falta com Chiquinho aos 38.

Com o resultado, o Manaus chega aos 23 pontos e assume temporariamente a quarta posição da tabela de classificação, ainda precisando torcer para que o Paysandu-PA, com 22 pontos, perca sua partida deste domingo (22), contra o Ferroviário-CE, para assegurar a vaga no G4 ao fim da rodada. No próxima desafio (28), o Manaus recebe o Remo-PA na Arena da Amazônia, pela penúltima rodada do grupo. Já o Tricolor Pernambucano permanece com 36 pontos, mas já com liderança e classificação assegurada.



Primeiro tempo

Valorizando a posse de bola, o Santa Cruz começou com mais volume e procurando o campo de ataque. Por outro lado, o Manaus distribuído em um 4-4-2, usava como válvula de escape o atacante Philip pelo lado direito. Depois de 15 minutos sem chances claras, o Gavião do Norte passou a trocar mais passes no meio-campo e passou a rondar mais o setor ofensivo. 

Aos 27 minutos, após Philip fazer bola trama pelo lado direito, o atacante serviu Janeudo na entrada da área, que com a perna direita, acabou chutando para a fora, levando certo perigo para a meta de Maycon Cleiton. Após os 30 minutos, o Tricolor Pernambucano retomou o domínio, mas desta vez conseguindo ser mais perigoso, principalmente com as descidas do camisa 7, Lourenço. 

Aos 34, o atacante recebeu na entrada da área, trouxe pra dentro, mas na hora de bater com a perna direita, a bola subiu muito e foi para longe do gol. Perto dos acréscimos, se aproveitando de um momento em que o Manaus estava com um a menos, pois Gilson Alves estava fora de campo sendo atendido por um problema que acabou o tirando do jogo, Lourenço consegue acertar lindo cruzamento na medida para Pipico, o centroavante cabeceia para baixo, mas Gleibson faz grande defesa, na melhor jogada de ataque da primeira etapa.

Segundo tempo

Mantendo a mesma pegada do fim do primeiro tempo, o Santa Cruz voltou marcando a saída de bola do Manaus e se aproveitando dos erros de saída de bola para criar no seu campo de ataque. Aos 2 minutos, em uma dessas mordidas na entrada da área, Paulinho, que entrará no lugar de Bileu, finalizou de fora, mas a bola saiu por cima do gol.  O Manaus aos poucos foi se aproveitando dessa intensidade, e com a queda física do adversário, conseguiu ter mais liberdade para trocar passes no meio-campo. 

Aos 11 minutos, Hamilton toca para Gabriel Davis, que arranca pelo meio, ganha na força e na velocidade do marcador, chuta cruzado, o goleiro Maycon Cleiton espalma para o meio da área e Hamilton, com a marca do matador, disparou para o fundo das redes. E como o Ibra da Amazônia vive uma fase iluminada, aos 20 minutos, Edvan cobra escanteio para a área, Luís Fernando escora de cabeça, Caio Mancha afasta mal e a bola sobra nos pés do artilheiro da floresta, que com a eficiência de sempre, não perdoou e ampliou o marcador.

O Santa ainda conseguiu diminuir com Chiquinho, em cobrança de falta que contou com uma leve colaboração de Gleibson, mas que não foi o suficiente para tirar a primeira vitória do Manaus jogando longe dos limites do estado do Amazonas desde 2019.
 

Ficha Técnica: Santa Cruz 1 X 2 Manaus FC

Local: Arruda

Data: 21 de outubro de 2020, sábado

Horário: 18h

Árbitro: Leandro Bizzio Marinho

Gols: Hamilton (11' 2°), Hamilton (20' 2°) e Chiquinho (38', 2°)

Cartões amarelos: Santa Cruz; William Alves; Manaus; Gilson Alves

Santa Cruz: Maycon Cleiton; Tory, Danny Morais, William Alves e Leonam (Peri); Bileu (Paulinho), André e Jeremias (Jáderson); Lourenço, Caio Mancha (Chiquinho) e Pipico

Técnico: Marcelo Martellote

Manaus FC: Gleibson; Edvan, Luís Fernando, Patrick Borges e Tsunami; Márcio Passos, Gilson Alves (Carrilho), Gabriel Davis e Janeudo; Philip e Hamilton (Simionato)

Técnico: Luizinho Lopes

Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.