Publicidade
Esportes
Craque

Aqui não, neném! Denver Broncos 'breca' Carolina Panthers e leva o troféu do Super Bowl 50

Em partida que pode ter marcado a despedida do quarterback Peyton Manning, o time de Colorado bateu por 24 a 10 a equipe da sensação Cam Newton. Defesas deram o tom do jogo e Von Miller se tornou o MVP da temporada 08/02/2016 às 10:19
Show 1
Pode ter sido o "último rodeio" de Manning no Broncos
ACRITICA.COM Manaus (AM)

O cavalo relinchou alto na noite deste domingo (7), no Levi’s Stadiu, na Califórnia, onde o Denver Broncos venceu o Super Bowl 50. Em partida comandada pelas fortes defesas, a equipe do Colorado, liderada pelo genial Peyton Manning, bateu o Carolina Panthers por 24 a 10 e levou o tri da NFL, maior liga de futebol americano do mundo.

Pode ter sido o “ultimo rodeio” de quarterbacker Peyton Manning e não poderia ser em ocasião mais importante. Depois de derrotas os Panthers, da sensação Cam Newton, o veterano jogador de 39 anos, pode perdurar as chuteiras. 

Donos da melhor defesa da temporada regular, os Broncos se valeram novamente do quesito para abrir vantagem na decisão. A prova disso foi a conquista do troféu , que veio com apenas um touchdown em ação ofensiva - foi só a terceira vez na história da NFL que isso se repetiu. 

O título coroa a provável última temporada de Manning em sua carreira pra lá de vitoriosa. Jogador da posição mais velho a disputar um Super Bowl, o “Peytão da Massa” sofre com grave lesão no pescoço, outra no pé e cirurgia marcada para o quadril. Em recente declaração, o camisa 18 havia apontado que talvez fosse este o seu “último rodeio”.

Manning chegou ao seu segundo do Super Bowl na carreira, apesar do pouco destaque na campanha. Na decisão, o protagonista foi Von Miller - jogador defensivo dos Broncos -, que terminou com o prêmio de MVP (jogador mais valioso) do Super Bowl.



Publicidade
Publicidade