Publicidade
Esportes
POLÊMICA

Árbitro anula pênalti contra o Flamengo, que fica no empate diante do Avaí

Partida foi marcada por lance polêmico quando o jogo já estava 1 a 1, com gols de Rômulo, para o Avaí, e Leandro Damião, para o Flamengo 11/06/2017 às 17:48
Show damiao
Damião marcou o gol que deu empate ao Flamengo (Foto: Staff / Flamengo)
Estadão Conteúdo

O Flamengo completou seu quarto jogo sem vitória no Campeonato Brasileiro ao empatar por 1 a 1 com o Avaí neste domingo, no estádio da Ressacada, em Florianópolis, pela sexta rodada. O ponto positivo é que conseguiu a igualdade com um golaço de bicicleta de Leandro Damião. A parte negativa é que o resultado veio com bastante polêmica.

O árbitro deu um pênalti a favor dos donos da casa aos 34 minutos do segundo tempo, mas depois voltou atrás. Após muita reclamação, o Avaí ainda teve Marquinhos expulso e terminou a partida sob muitos protestos e com um jogador a menos.

Mesmo com várias mudanças promovidas pelo técnico Zé Ricardo, o time carioca não conseguiu esconder o nervosismo pela pressão sofrida nos últimos dias. Agora tem sete pontos, em 14º lugar. O Avaí se manteve invicto em casa, mas com apenas cinco pontos está em 17.º, na zona de rebaixamento. 

No Flamengo, as surpresas surgiram quando a escalação foi confirmada, com duas surpresas. Pela primeira vez o garoto Vinícius Junior, de 16 anos, foi escalado como titular. No gol, a presença de Thiago na vaga de Alex Murulha, que não atravessa bom momento e falhou na derrota para o Sport, por 2 a 0. 

Sem o lateral Trauco e o atacante Guerrero, servindo a seleção do Peru, Renê e Leandro Damião também receberam uma chance de começar o jogo. Mas a principal novidade estava no banco. O argentino Conca foi relacionado pela primeira vez. 

O JOGO - Apesar do maior volume de jogo e posse de bola, o Flamengo não criou nenhuma chance clara para finalização. O Avaí, que começou recuado, aos poucos foi ganhando terreno. Mas também não ameaçou o goleiro flamenguista. 

Curiosamente as duas jogadas mais perigosas saíram aos 41 minutos. Primeiro o Flamengo arriscou com Everton, que avançou pela esquerda e cruzou para Damião. Mas Betão chegou antes para tirar de cabeça. Em seguida, o Avaí teve a chance com Willians, que mandou para a área da direita, e Juan tirou dos pés de Rômulo.

O segundo tempo começou com Mancuello no lugar de Willian Arão. Antes do primeiro minuto, o Flamengo teve duas chances. Num chute de primeira de Vinícius Junior e depois em escanteio em curva cobrado por Mancuello, que passou por toda a pequena área e saiu do outro lado. 

O Avaí foi mortal no seu primeiro ataque, aos 10 minutos. Leandro Silva lançou Rômulo em velocidade e ele não teve dificuldade para ganhar de Juan, invadir a área e tocar colocado sem chances para o goleiro Thiago.

O time carioca reagiu na sequência e deixou tudo igual aos 15 minutos. Após falta da intermediária a bola foi levantada na grande área. Réver ajeitou de cabeça e Leandro Damião acertou bela bicicleta. 

O time carioca mantinha sua postura ofensiva e Mancuello soltou a bomba aos 19 minutos para a defesa do goleiro avaiano. Aos 22 minutos, Vinicius Junior saiu para a entrada de Felipe Vizeu, outro atacante. Era o desejo de vencer, diante de um adversário totalmente recuado.

Mas o Avaí quase conseguiu um segundo na principal polêmica da partida. Juan lançou Diego Tavares em velocidade e ele caiu depois de disputar com Everton. O árbitro Paulo Schleich Vollkopf marcou pênalti e deu cartão amarelo para Everton. Um lance duvidoso e muito reclamado pelos flamenguistas. 

A partir daí houve a consulta com os auxiliares e, após dois minutos, o pênalti foi anulado. Daí foi a vez de o time da casa reclamar. Marquinhos, bastante exaltado, levou o cartão vermelho e foi expulso. 

A torcida começou a vaiar e não parou até o apito final, enquanto em campo os jogadores passaram a tocar bola sem forçar o ataque. Os seis homens de arbitragem deixaram o campo protegidos pelos policias e sob os protestos da torcida que gritava: "vergonha".

Ambos os times voltam a campo na próxima quarta-feira, em jogos válidos pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. O Avaí viaja até Goiânia, onde enfrenta o Atlético-GO, às 19h30. O Flamengo recebe a Ponte Preta, às 21 horas, no estádio Luso-Brasileiro, no Rio de Janeiro (RJ). 

FICHA TÉCNICA:

AVAÍ 1 X 1 FLAMENGO

AVAÍ - Maurício Kozlinski; Leandro Silva, Fagner Alemão, Betão e Capa; Luan, Judson, Marquinhos (Pedro Castro) e Juan; Willians (Diego Tavares) e Romulo. Técnico: Claudinei Oliveira.

FLAMENGO - Thiago; Pará, Réver, Juan e Renê; Márcio Araújo, Willian Arão (Mancuello), Vinícius Junior (Felipe Vizeu) e Diego; Everton e Leandro Damião (Ederson). Técnico: Zé Ricardo.

GOLS - Rômulo, aos 10 e Leandro Damião aos 15 minutos do segundo tempo. 

ÁRBITRO - Paulo Schleich Vollkopf (MS).

CARTÕES AMARELOS - Pedro Castro e Juan (Avaí). Pará (Flamengo).

CARTÃO VERMELHO - Marquinhos (Avaí).

RENDA - R$ 508.908,00.

PÚBLICO - 13.446 pagantes.
 

Publicidade
Publicidade