Sexta-feira, 19 de Abril de 2019
publicidade
1.jpg
publicidade
publicidade

Craque

Arena da Amazônia chega a 40% e começa a “subir” com a construção da entrada para os torcedores

Construtora diz que número de operários não foi reduzido e, que a maioria deles trabalha na fábrica de pré-moldados que constrói as vigas e os degraus das arquibancadas


04/06/2012 às 15:54

De acordo com a construtora Andrade Gutierrez, a obra da Arena da Amazônia – que vai sediar jogos da Copa de 2014 – já atingiu 40% da construção. Hoje a empresa trabalha na concretagem.

Durante o mês de maio, a Arena da Amazônia iniciou os trabalhos em um novo pavimento do estádio: o "nível 0", por onde será feito o acesso dos torcedores ao estádio.

Até agora, todas as frentes ativas estavam nos níveis "-2" (lado oeste) e "-1" (lado leste). Com este novo marco, a Arena começa a aparecer aos olhos de que passa pelas avenidas Constantino Nery, Pedro Teixeira e Loris Cordovil.

Os trabalhos no nível zero consistem no capeamento do pavimento (concretagem das lajes de piso) e, por enquanto, se concentram no lado leste do estádio, logo encima do túnel técnico, que já apresenta 92% de avanço.

Ainda em maio a construtora finalizou a fabricação de pré-moldados, onde  foram construídos os degraus da arquibancada inferior, num total de 1036 peças, de 2476 projetados. Essas peças ainda serão lançadas por duas gruas e um guindaste, que estão no interior da obra. Até o final desde mês a construtora pretende assentar 1440 peças, o que equivale a de 78% dos degraus.

Mas o que vai realçar a obra será a estrutura metálica em forma de um cesto de palha indígena. Para isso já está em andamento a concretagem dos pilares de apoio da estrutura metálica. Até agora, somente um desses pilares foi concretado. Ao todo serão 36 pilares.

A partir de agora a Construtora vai priorizar a construção das Lajes de piso do nível –2. Esta construção está localizada no lado oeste, ao lado do sambódromo. De acordo com a construtora, 55% desse serviço estão concluídos. No lado leste, paralelo à Avenida Constantino Nery. Esse trabalho já esta pronto.  

A Arena da Amazônia esta sendo construída num terreno de 84.000 m², mas a obra terá 170.000 m² de área construída. Somente o estacionamento terá 154.000 m². O projeto foi iniciado em 2008 e as obras começaram em 2010, com a demolição do antigo Estádio Vivaldo Lima. A construtora espera entregar a Arena em 2013 a um custo inicial de R$ 532,2 milhões.

publicidade
publicidade
Bolsonaro e Paulo Guedes se contradizem ao falar sobre Zona Franca de Manaus
Celebrações religiosas marcam Sexta-feira da Paixão na Catedral de Manaus
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.