Publicidade
Esportes
Craque

Arena da Amazônia é eleita como segundo 'melhor estádio do mundo em 2014' por site

Estádio multi-uso construído para receber quatro jogos da Copa do Mundo da Fifa, ano passado, deve reforçar defesa de Manaus como candidata a sede de jogos de futebol das Olimpíadas 2016 20/02/2015 às 16:56
Show 1
A Arena da Amazônia recebeu pontuação final de 7.346, sendo que a maior pontuação foi pelo impacto visual, seguido de inovação
acritica.com Manaus (AM)

A Arena da Amazônia Vivaldo Lima foi eleita pelo site StadiumDB como a segunda melhor do mundo construída em 2014, de acordo com o Prêmio do Júri. O Governo do Estado comemorou o título e acredita que a decisão dos jurados corrobora para que Manaus se credencie para sediar eventos como confrontos de futebol dos Jogos Olímpicos de 2016. A arena, que recebeu jogos do Mundial de Futebol em 2014, foi eleita a segunda melhor do mundo em quatro itens: Inovação, Impacto Visual, Relação com o Entorno e Custo-benefício. 

Segundo lugar no Stadium of the Year 2014 (Estádio do Ano 2014), de acordo com o Jury Vote Award (Prêmio do Júri), divulgado pelo site StadiumDB.com, a Arena da Amazônia recebeu pontuação final de 7.346. A maior pontuação foi pelo Impacto Visual, de 8.083, seguido de Inovação (7.667), Relação com o Entorno (6.833) e custo-benefício, 6.800. O primeiro lugar ficou com o estádio Hazza Bin Zayed, dos Emirados Árabes.

Em matéria postada no site, um dos membros do júri, Mike Bell, diz que a Arena da Amazônia é um dos seus estádios favoritos. “Este é um design inovador que, provavelmente, será copiado. Possui uma maravilhosa claridade de padrão por dentro e por fora. É um grandioso gesto estrutural, o qual faz contato com o chão de uma forma que o público pode tocá-lo e interagir com ele. É um dos meus estádios favoritos”, disse Mike Bell.

O membro brasileiro do júri, Bruno Campos, comentou na matéria que, apesar de Manaus ter demolido um estádio de quase 40 anos (o “Vivaldão”, projetado pelo arquiteto Severiano Porto), a GMP Architekten (empresa que criou o projeto da Arena) o substituiu por uma “gema belíssima”. “A simplicidade e a claridade do novo estádio compõem uma grande realização de arquitetura, impecável e poderosa, no coração do Amazonas”, comenta Bruno Campos.

O Stadium DB é um site especializado em arenas, acompanha a construção de 158 arenas pelo mundo e tem um banco de dados de 1.500 estádios. Além de promover competições entre todos os estádios do mundo,  o site  divulga relatórios frequentes com análises de público. O vencedor eleito pelo júri de especialistas foi o Hazza Bin Zayed Stadium, que fica nos Emirados Árabes Unidos. 

Voto do público

Na votação aberta ao público, o Allianz Parque - nova casa do Palmeiras, finalizado no fim de 2014 - foi eleito o estádio do ano. A votação também foi organizada pelo StadiumDB e qualquer torcedor poderia escolher seus favoritos, dando uma pontuação que vai de uma a cinco estrelas.

Com quase 34 mil votos e 135 mil pontos, o estádio palmeirense ficou na primeira colocação com uma arrancada na reta final. O vice-campeão foi o San Mamés, que fica na Espanha e alcançou uma pontuação superior a 96 mil, com mais de 27 mil votos. Outros estádios brasileiros, como o Itaquerão, a Arena da Baixada, a Arena das Dunas e a própria Arena da Amazônia também concorreram. 

Governos festejam

O governador em exercício do Amazonas, Henrique Oliveira, disse que a escolha da Arena da Amazônia como segunda melhor do mundo fará parte dos argumentos do Governo do Estado e Prefeitura de Manaus para que a capital se confirme como uma das seis “Cidades do Futebol”, que sediarão jogos de futebol das Olimpíadas Rio 2016. Para o governador em exercício, o reconhecimento do estádio também comprova que o trabalho feito pelo Governo e Prefeitura durante a Copa do Mundo FIFA 2014 alcançou boa repercussão. 

“Estamos aguardando uma resposta da FIFA sobre a confirmação de Manaus como sede das Olimpíadas, para que o governador José Melo e o prefeito Arthur Neto possam ir até a Suíça. A própria FIFA reconheceu que a Arena da Amazônia é uma das mais belas do mundo e que o Amazonas foi um dos Estados que melhor recebeu os visitantes durante a Copa do Mundo. Estamos certos que a FIFA levará em conta essas credenciais”, disse o governador em exercício.

Caso Manaus seja confirmada como cidade olímpica, segundo Henrique Oliveira, Governo e Prefeitura estão preparados para realizar um grande evento que, além de atrair turistas, representará oportunidades para vários setores econômicos. Ele afirmou também que alguns fatores alegados como calor e distância não são obstáculos para a realização dos jogos em Manaus.

“Essa questão do calor já foi desmitificada. Nós temos o calor humano. Estados Unidos e Portugal jogaram aqui e não reclamaram. Na questão da distância isso é relativo já que com o avião ela é mínima. As Olimpíadas serão no Brasil e nada mais justo de fazer aqui. O mundo quer conhecer a Amazônia, quer conhecer nossas belezas. É também uma oportunidade única para o povo do Amazonas, de fomentar o turismo e trazer renda nos próximos anos”. 

 
Stadium of the Year 2014 (Estádio do Ano 2014), de acordo com o Jury Vote Award (Prêmio do Júri)

Pontuação da Arena da Amazônia (segundo lugar)
Resultado final: 7.346
Impacto visual: 8.083
Relação com o entorno: 6.833
Inovação: 7.667
Custo-benefício: 6.800

Ponturação do Hazza Bin Zayed Stadium, dos Emirados Árabes (primeiro lugar)
Resultado final: 7.850 
Impacto visual: 9.000
Relação com o entorno: 7.000
Inovação: 8.500
Custo-benefício: 6.900


Publicidade
Publicidade