Quarta-feira, 24 de Julho de 2019
Arena Olímpica

Arena da Amazônia passa a ter anéis olímpicos permanentes em sua fachada

A cerimônia de inauguração contou com personalidades do esporte amazonense e do jogador da seleção brasileira e do Santos, Gabigol



19/05/2016 às 19:29

A Arena da Amazônia recebeu um dos mais conhecidos símbolos das Olímpiadas: os anéis olímpcios. A inauguração aconteceu no fim da tarde desta quinta-feira (19) e contou com a presença de diversos símbolos do esporte amazonense, autoridades e do artilheiro da Arena, Gabriel Barbosa, o Gabigol, atacante do Santos.

O jogador que integra o elenco da seleção brasileira para a disputa da Copa América Centenário e é nome certo na equipe que disputa as olimpíadas inaugurou a calçada da fama da Arena da Amazônia e falou sobre homenagem. “Estou muito bem em Manaus, me sinto em casa então eu tô muito contente e muito feliz em Manaus e espero voltar mais vezes” declarou Gabriel.

Com quatro gols marcados em três partidas disputadas no cenário, o atacante já planeja ampliar o número .“Já vim aqui muitas  vezes e pude fazer gols, espero voltar mais vezes e aumentar minha marca” falou o atacante.

Sobre os jogos olímpicos, o atacante e o peso de representar o Brasil jogando em casa o jogador se mostrou tranquilo. “Estou muito contente, não só eu como todos do elenco. A gente pretende fazer uma grande olimpíadas e trazer o ouro”.

Lançado justamente no dia que marcava 30 dias para a chegada da tocha em Manaus, o Comitê Olímpico considera a cidade como uma das mais beneficiadas com o evento. “Definitivamente Manaus entra no espírito olímpico. Isso traz uma enorme satisfação para a gente e credencia o Estado do Amazonas e Manaus como rota definitiva dos grandes eventos esportivos e grandes eventos do Brasil” declarou Mário Aufiero.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.