Publicidade
Esportes
Ficou pra Tóquio 2020

Arqueiros indígenas do Amazonas ficam fora dos Jogos Olímpicos

Drean Braga e Nelson Silva, no masculino, e Inaiá Silva e Graziela dos Santos, no feminino, não alcançaram índice e estão fora da Rio 2016 02/05/2016 às 13:20
Show tiro0888
Com grande futuro pela frente, arqueiros indígenas do Estado são fortes candidatos para a Olimpíada de Tóquio, em 2020. (Foto: Divulgação)
ACritica.com Manaus (AM)

Os representantes indígenas do tiro com arco do Amazonas não mostraram a mesma pontaria que os notabilizou em todo o Brasil e estão fora dos Jogos Rio 2016. Os arqueiros Drean Braga e Nelson Silva, no masculino, e Inaiá Silva e Graziela dos Santos, no feminino, participaram da quarta e última seletiva, que foi realizada neste final de semana, em São Paulo, onde acabaram não obtendo a classificação para a Olimpíada.

"Todos eles tiveram bons desempenhos nas etapas finais da seletiva, mas o foco para estes arqueiros indígenas são os Jogos de Tóquio, em 2020. São muito promissores para a próxima Olimpíada", disse Joice Simões, chefe da equipe brasileira de tiro com arco.

No masculino, se classificaram Marcus Vinicius D'Almeida e Bernardo Oliveira. No feminino, as vagas ficaram com Ane Marcelle dos Santos e Sarah Nikitin. Um atleta em cada naipe ainda será indicado pela confederação nesta terça-feira (3).

Publicidade
Publicidade