Publicidade
Esportes
Craque

Artilheiro do Peladinho, popularmente conhecido como Neto, foi eliminado da disputa

Em cinco jogos, o atacante do Compensinha balançou a rede 39 vezes, mas acabou sendo eliminado no último domingo (4) 09/01/2015 às 14:36
Show 1
Josias Fernandes de Castro, o Neto, aos 14 anos, deu adeus à disputa do Peladinho
Jornal A Crítica Manaus (AM)

Josias Fernandes de Castro, o Neto, aos 14 anos, deu adeus à disputa do Peladinho no último domingo, mas saiu deixando uma marca difícil de ser alcançada nesta e talvez até nas próximas edições do torneio. Em cinco jogos, o atacante do Compensinha balançou a rede 39 vezes. A marca de 7,8 gols por partida é de dar inveja até ao goleador Cristiano Ronaldo. O centroavante português do Real Madrid marcou 61 vezes em 60 partidas disputadas em 2014, uma média de um gol por jogo. Mas como diria Muricy Ramalho, a bola pune. E como pune.

Neto, o artilheiro do Peladinho, nasceu e mora no município de Iranduba, a 25 quilômetros de Manaus. Pela primeira vez, saiu do interior para disputar o campeonato na capital, e correspondeu mais do que o esperado.

“Fomos fazer um jogo treino com um time de Iranduba, onde ele jogava. Vimos que ele se destacava dos demais e o convidamos para disputar o Peladinho com a gente. Ele é muito bom. Tem futuro”, elogia Zé Maria, técnico do Compensinha.

O talento do adolescente para o futebol vem de berço. A mãe dele, Joseana Venâncio dos Santos, cresceu nos campos de futebol e aos 37 anos ainda participa dos torneios realizados no município. Aos 5 anos de idade, o menino já frequentava a beira dos campos com a mãe e o pai.

Criado no meio e respirando futebol, o destino de Neto não poderia ser outro. Como a maioria dos jogadores de futebol amador, leva uma vida simples com a mãe, que ajuda no sustento da casa dando duro em uma olaria, no distrito de Cacau Pireira, em Iranduba.

“Meu sonho é que ele (Neto) possa se tornar um jogador profissional porque sei que esse é o sonho dele. Por isso apoio”.

Neto é do tipo calado, mas conta que o faro para o gol está com ele em todos os campeonatos que disputa. “Em qualquer lugar faço gol”, comenta o centroavante.

Neto chamou a atenção de todos na goleada do Compensinha em cima do Vitória, por 34 a 0. Somente nessa partida, o menino de Iranduba marcou 21 gols. Na última partida da equipe, Neto foi o autor do gol de empate que levou a decisão da classificação contra o Social Puraquequara para os pênaltis, onde o sonho acabou para ele e os companheiros.

O número de gols marcados por Neto é três vezes maior que a marca atingida pelo artilheiro da edição de 2013 do Peladinho: Victor da Silva, do Aliança, que marcou 13 gols.

E falando em números, fizemos um levantamento geral da temporada até aqui. Já são quase 1.500 jogos, quase 5 mil gols, mais de 2.500 cartões amarelos.

Não é à toa que o Peladão Brahma é o maior campeonato de futebol do mundo. Não perca a conta, mas, se perder, deixa que a gente conta tudo pra você.

Publicidade
Publicidade