Publicidade
Esportes
Craque

Artilheiro do Princesa é um zagueiro: Gilson, com quatro gols pelo Tubarão em 2015

Jogador marcou gols de cabeça em todas as competições disputadas pelo time de Manacapuru (dois na Copa Verde, um na Copa do Brasil e um no Campeonato Amazonense) 19/03/2015 às 20:08
Show 1
Gilson comemora gol marcado contra o Remo, pela Copa Verde
Felipe de Paula Manaus (AM)

Ele não é atacante, mas tem faro de gol. O zagueiro Gilson, do Princesa do Solimões, é o atual artilheiro do time na temporada de 2015. Assinou quatro dos 12 gols do Tubarão até agora, um terço do total marcado pelo time. Na quarta-feira, na estreia do Princesa na Copa do Brasil, contra o Figueirense, foi dele o gol que igualou o marcador e deu maiores esperanças ao Tubarão no jogo de volta, no dia 1º de abril, em Florianópolis-SC.

Se contarmos com o amistoso de pré-temporada contra o Manaus FC (3 a 1 para o Princesa), o zagueiro teria cinco gols. Aliás, todos de cabeça. Com 1,90m e boa impulsão, o defensor explica que trabalha bastante a jogada aérea nos treinamentos e já conhece a batida de Leo Paraíba e Delciney, pricipais cobradores do time.

“Eu sempre trabalhei essa jogada. Tenho boa estatura, treino impulsão. Desde o começo da minha carreira sempre procurei ir para a área cabecear a bola. Aproveitando jogadores que batem bem na bola, você até sabe onde ela vai chegar”, diz o jogador, que tem marcado em todas as competições do Princesa (tem dois gols pela Copa Verde, contra São Raimundo de Roraima e Remo; um pelo Amazonense, contra o Operário; e um pela Copa do Brasil, contra o Figueirense).

Perguntado se já marcou tantos gols por um time, e ainda mais no início de temporada. “Não, nem esperava estar marcando tantos gols. Meus amigos me ligam e dizem: ‘você de novo?’ (risos). Eu sempre figo que meu papel primeiro é defender. Se a gente puder marcar também e ajudar a equipe, melhor. Espero que essa fase boa continue”, diz Gilson.

Porém, não é a primeira vez que o jogador vira o centro das atenções  alertando, no entanto, que não é a primeira vez que chama a atenções do time, fato inusitado se tratando de um zagueiro. Em 2013, ele foi eleito o “Craque do Campeonato Acreano”, quando foi campeão estadual pelo Plácido de Castro.

Enquanto o zagueiro tem quatro gols pelo Princesa, o centroavante Sandro Goiano só tem um. Não causa ciumera, pergunta a reportagem? “(Risos). O Sandro nos ajuda muito dentro de campo. A hora dele vai chegar. E não importa quem marca, mas sim que saiamos vencedores”, diz Gilson.

O Princesa tem o jogo de volta da Copa Verde contra o Remo, neste sábado, no Mangueirão, Belém. O time precisa vencer por dois gols de diferença sem levar nenhum para garantir a classificação.

Publicidade
Publicidade