Domingo, 21 de Julho de 2019
Craque

Atacantes do Nacional estão confiantes para jogo desta quarta-feira

Nacional visita o Genus, hoje, com fé na dupla que tem feito a diferença na temporada do centenário



1.jpg Leonardo conta com ajuda de Danilo Rios para se tornar goleador
31/07/2013 às 11:36

Motivado pelos gols marcados contra Ponte Preta e Paragominas, o atacante Leonardo quer manter o bom aproveitamento no jogo atrasado do Grupo A1, hoje, contra o Genus, às 20h (horário de Manaus), no estádio Aluízio Ferreira, pela Série D do Campeonato Brasileiro. Na quarta colocação do grupo com seis pontos, o Nacional precisa vencer o Genus de qualquer maneira para encostar no Paragominas, líder da chave com dez pontos ganhos. Em caso de vitória do Naça sobre o Urso e o Paragominas no domingo, também fora de casa, o Leão da Vila Municipal reassume a liderança da chave com 12 pontos.

Para Leonardo, a boa fase é fruto de muito trabalho e força de vontade para entrar na briga pela artilharia do Brasileirão com o atacante do Aracruz (ES), Dorielson, que tem cinco gols na competição. “Com certeza quero repetir as boas atuações que venho tendo na Copa do Brasil. Nesta temporada já marquei cinco gols, um pelo Estadual, dois pela Copa do Brasil e dois pela Série D. A motivação é a melhor possível, não somente brigar pela artilharia, mas ajudar o Nacional a conquistar a classificação e o acesso para a Série C”, afirmou o camisa 9 do Naça.

Leonardo destacou a participação do meia-atacante Danilo Rios, considerado o maestro no meio-de-campo nacionalino, que tem contribuído durante as jogadas ofensivas com assistências fundamentais. “Espero manter o ritmo e marcar gols em todas as partidas. O Genus ainda não venceu ninguém e isso vai tornar jogo perigoso. Eles vão querer ganhar do Nacional, mas estamos preparados”, disse o atacante.

Garçom

Modesto, Danilo Rios disse que não tem pretensão de ser artilheiro do Nacional, mas ajudar os atacantes a marcar os gols que a equipe precisa. “A minha especialidade é armar as jogadas no meio-de-campo e servir os atacantes. Tenho procurado fazer isso com o Leonardo e o Felipe e felizmente tem dado certo. Agora, se tiver oportunidade, vou fazer o meu gol também”, lembrou Rios.

Lanterna se mostra motivado

O técnico do Genus, Ionay da Luz, deve manter contra o Naça o mesmo time que foi derrotado por 1 a 0 pelo Plácido de Castro no último fim de semana. Apesar de quatro derrotas consecutivas na competição, os jogadores do Aurigrená estão motivados para conquistar a primeira vitoria na Série D sobre o representante amazonense.

De acordo com o vice-presidente do clube, Evaldo Silva, eles já conhecem o time do Nacional e estão prontos para neutralizar o toque de bola e a velocidade do adversário. “O Ionay conhece o Nacional porque temos o zagueiro Cleitão, que já atuou no futebol amazonense. Sabemos que apesar de estarem na quarta posição eles estão com dois jogos a menos e, pelo seu plantel, é a equipe mais forte do grupo. Por isso, estamos encarando essa partida como uma decisão”, afirmou Silva. 


Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.