Publicidade
Esportes
Palavra do 'CApita'

"Atitudes lamentáveis", Dinamite reprova confusão, mas elogia vitória do Manaus FC

Capitão do Fast, Roberto Dinamite, taxou de lamentável a briga generalizada no primeiro jogo das semifinais entre Tricolor e Gavião; volante acredita que o Rolo Compressor tem qualidade para reverter vantagem perdida 25/05/2017 às 13:45 - Atualizado em 26/05/2017 às 12:04
Show dina
Dinamite acredita em virada do Tricolor contra o Gavião (Foto: Antônio Lima)
Denir Simplício Manaus (AM)

O barulho causado no primeiro duelo entre Manaus FC e Fast Clube, válido pelas semifinais do Campeonato Amazonense, ainda ecoam no futebol Baré. Com ânimos mais calmos após a confusão que se abateu ao final da partida em que o Gavião venceu o Tricolor de Aço, por 2 a 0, na noite desta quarta-feira (24), o capitão fastiano, Roberto Dinamite comentou as cenas lamentáveis ocorridas no estádio Carlos Zamith.

"Essas atitudes são lamentáveis. Sou totalmente contra essa situação. Porque expulsões nos jogos, discussões, clima nervoso devido ser uma semifinal, isso é totalmente natural", disse o volante, explicando como começou a briga envolvendo as torcidas de Fast e Manaus e indo parar no campo de jogo.

"A confusão maior começou quando um torcedor do Manaus jogou uma garrafa no banco de reservas do Fast. Nosso preparador físico (Mozart Carlos)  revidou e jogou uma garrafa pra torcida. Daí foi quando começou a generalizar toda a confusão", comentou Dinamite parabenizando o triunfo do adversário.

"Mas, independente disso (briga), não vamos tirar os méritos do Manaus pela sua vitória. Está de parabéns a equipe do Manaus, mas a gente tem o segundo jogo e nós temos muita qualidade pra reverter essa situação. A respeito disso, acho que foi o ponto negativo essa confusão", elogiou.

Dura derrota  

O revés frente ao Gavião força o Fast a vencer o jogo da volta pelo mesmo placar, caso queira avançar às finais do Barezão 2017. Questionado se o elenco do Tricolo ficou abalado com a derrota, Roberto Dinamite declarou que o plantel tem plenas condições de "voltar pro jogo".

"Não, não ficamos abalados emocionalmente. Ficamos chateados porque nós tínhamos uma vantagem e hoje a vantagem passou pra equipe do Manaus. Mas, por tudo que nós produzimos no jogo, com as oportunidades que tivemos ontem mostrou que nossa equipe tem total qualidade pra reverter esse placar na quinta-feira e é com esse pensamento e esse objetivo que vamos entrar em campo", revelou o capitão.

Girar a chave pra Série D

A Fast não tem muito tempo para digerir a derrota no jogo de ida das semis do Estadual, isso porquê a equipe já volta a campo no domingo (28), pelo Brasileirão da Série D. O adversário da vez é o São Raimundo-PA, às 16h, na Arena da Amazônia. Ciente da importância das duas competições, Dinamite indicou que o Tricolor deve utilizar atletas contratados e que não poderão jogar no Estadual.

"Vejo da seguinte forma: as duas competições são importantes. Agora o nosso foco está na Série D e nós temos novas contratações,  jogadores que vão jogar a Série D, como o Peninha, Leonardo, o Wagner Diniz, Matheus Alves, então nós temos várias opções pra esse jogo de domingo", disse o capitão confessando que sua predileção é por avançar no Barezão.

"Esses jogadores que vão jogar domingo não vão poder jogar no jogo de quinta-feira (1º de junho) e acho que o Donmarques (treinador) vai pensar bem na forma que vai escalar o time pra domingo. Mas a gente está com total foco - creio eu - na decisão de quinta-feira, porque ela garante um calendário pro ano que vem", concluiu Roberto Dinamite.    

    

Publicidade
Publicidade