Publicidade
Esportes
PREMIADO

Atleta amazonense de Luta Olímpica recebe prêmio do “Oscar do Esporte” brasileiro

Felipe Santana, 17, será o único representante do Amazonas a receber o Prêmio Brasil Olímpico 2016 como destaque dos Jogos Escolares 24/02/2017 às 18:05
Show unnamed
Foto: Mauro Neto/Divulgação
acritica.com

Aos 17 anos, o jovem Felipe Santana já tem muito que comemorar no esporte. Praticante da Luta Olímpica desde 2011 e destaque dos Jogos Escolares da Juventude (JEJ), como o maior medalhista do esporte nos últimos cinco anos na competição, o amazonense vai orgulhar ainda mais o Amazonas. Isso porque, o Comitê Olímpico Brasileiro (COB) anunciou nesta sexta-feira (24) que o atleta será o único representante do Estado a receber o Prêmio Brasil Olímpico de 2016, o “Oscar do Esporte”, como destaque dos Jogos Escolares.

A premiação vai acontecer no próximo dia 29 de março no Rio de Janeiro, e vai reunir os melhores atletas brasileiros destaques nas Olimpíadas e nas competições organizadas pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB). Entre os destaques deste ano, estão o craque Neymar (Futebol), Isaquias Queiroz (Canoagem), Diego Hypolito (Ginástica Artística), Rafaela Silva (Judô) e outras feras do esporte olímpico. O amazonense Felipe Santana recebe apoio do Governo do Amazonas, via Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

“Recebi a ligação do COB nesta manhã por ser destaque nos Jogos Escolares nos últimos anos. Ano passado foi meu último ano nos jogos depois de cinco edições. Foram de 2012 a 2016 competindo nos jogos e estou muito feliz, emocionado. É uma honra mesmo”, contou o aluno-atleta da Escola Estadual Dom Milton Corrêa Pereira, da Cidade Nova, Zona Norte de Manaus.

Trajetória

A história vencedora no JEJ iniciou em 2012. Após entrar para o esporte em 2011, quando deixou o futebol para treinar com o irmão, Felipe passou a se destacar, conseguiu a vaga no maior evento nacional estudantil e hoje se tornou uma das principais promessas na categoria 74 kg, onde possui o bicampeonato brasileiro nos 69 kg.

“Na primeira edição fiquei com uma prata, e de 2013 a 2016 fiquei em primeiro lugar. De 2012 a 2013 estive na categoria 55 kg e de 2014 a 2016 na categoria 69 kg. Foram resultados expressivos e que batalhei muito para obter. Com certeza, cada esforço e renúncia valeram”, comentou Felipe Santana.

Feliz com o inédito prêmio para a Luta Olímpica amazonense, Felipe não esquece de agradecer os principais responsáveis pelo futuro promissor no esporte.“Desde que entrei na luta olímpica só tenho a agradecer os meus professores Dagoberto Arbolaez e Jorge Laó, o Waldeci Silva e o Helton Henrique, que foram os dois responsáveis por essa evolução no esporte. A maturidade da técnica é essencial para bons resultados”, agradeceu.

Prêmio Brasil Olímpico

O Comitê Olímpico do Brasil (COB) vai premiar 43 modalidades esportivas em 2016. A escolha dos melhores atletas em cada modalidade, assim como os dois atletas que receberão o Troféu Melhor Atleta do Ano, foi realizada por um júri formado por jornalistas, dirigentes, ex-atletas e personalidades do esporte. O evento fará ainda homenagem especial aos atletas medalhistas do Time Brasil no Rio. Nos Jogos Olímpicos Rio 2016 o Time Brasil realizou a sua melhor campanha na história olímpica, quando conquistou 19 medalhas, sendo sete de ouro, seis de prata e seis de bronze.

O Oscar do esporte brasileiro, o Prêmio Brasil Olímpico chega à sua 18ª edição prestando homenagens ainda em outras categorias: Melhor Técnico Individual e Coletivo: Troféu Adhemar Ferreira da Silva; Melhores Atletas nos Jogos Escolares da Juventude. Os medalhistas nos Jogos Olímpicos Rio 2016 também serão homenageados, assim como o revezamento feminino 4x100m do atletismo em Pequim 2008 receberá a medalha de bronze, herdada depois que a equipe russa foi desclassificada a partir da reanálise de exames de controle de doping.

*Com informações da assessoria de imprensa

Publicidade
Publicidade