Sábado, 04 de Abril de 2020
Em João Pessoa (PB)

Atletas amazonenses vão em busca de medalhas nos Jogos Escolares da Juventude

150 atletas amazonenses representarão o Estado na 2ª fase da competição, reunindo atletas de todo o Brasil



stephany.jpg Atletas de 13 modalidades, das escolas públicas e privadas, participam da competição em João Pessoa (PB)
05/11/2016 às 12:44

Acontecerá entre os dias 10 e 19 de novembro a segunda fase dos Jogos Escolares da Juventude na cidade de João Pessoa (PB), com a presença de mais de 3.900 atletas, de 15 a 17 anos, de todo o Brasil. Do Amazonas, mais de 150 atletas irão representar o Estado, sendo alunos de escolas públicas e privadas da capital e do interior.

 A competição terá a disputa de 13 modalidades: atletismo, basquete, ciclismo, futsal, ginástica rítmica, handebol, judô, lutas, natação, tênis de mesa, vôlei, vôlei de praia e xadrez.



Amazonenses no judô 

Do judô serão 16 atletas que representarão o Amazonas nos Jogos. Eles irão acompanhados por dois técnicos e partem para João Pessoa na próxima quarta (9). A amazonense Maria Taba, 17, vai competir pela última vez nos Jogos Escolares da Juventude (JEJ), após participação em cinco edições consecutivas dos jogos. A atleta da Colégio Dom Bosco participará na competição na categoria juvenil, que será realizada .

Taba tem muitos títulos na carreira. Só nos Jogos Escolares ela ficou em terceiro no ano de 2012; em 2013, foi campeã; em 2014, ficou com a quinta colocação, e ano passado, foi medalha de prata. Ela acabou de sagrar-se campeã Brasileira Sub18, e agora mantém o ritmo intenso de treinos para os Jogos. “Nossa rotina é de segunda a sábado, e são pelo menos quatro horas e meia de treino por dia, musculação e judô”, enfatizou.

Maria Taba conquistou a prata no ano passado (Foto: Mauro Neto/SEJEL)

Maria viaja bastante para competições, intercâmbios (incluindo os treinamentos que fez com os atletas olímpicos), mas diz que sentirá falta de ir aos Jogos Escolares. “É meu último ano, vou sentir falta da interação com os outros atletas, da nossa e de outras modalidades, no Centro de Convenções”. Maria quer se despedir em grande estilo. “Espero e acredito que eu possa ser campeã”, disse.

Após os Jogos Escolares Maria ainda terá outro desafio, na Bahia, no próximo dia 27. A competição que definirá a seleção de base do judô, para o ano que vem. “Espero que dê tudo certo. Ano que vem também quero participar do Circuito Europeu e de campeonatos brasileiros”.

Natação

Da natação, serão 12 atletas os representantes do Amazonas, que também irão acompanhados pelos técnicos Vitor Hugo Façanha e Wellington. Eles viajarão no próximo dia 9, para as competições.

Stephany Rodrigues, 16, é uma das promessas amazonenses. Ela sempre bate vários recordes estaduais, e nos Jogos Escolares, já tem planos de bater sua própria marca.

“A competição dos Jogos Escolares não é o meu foco, porque na outra semana já terei o Campeonato Brasileiro de Natação, mas pretendo ainda assim baixar meu tempo nos 100 metros borboleta, bater o recorde amazonense, assim como fiz ano passado, e obter classificação geral boa, lá”.

Os treinos de Stephany também estão intensos. “São duas horas e meia por dia dentro d’água, além dos trabalhos de força que fazemos com corda elástica e bola, duas vezes por semana”.

A nadadora ainda estará nos Jogos em 2017, e fala do que mais gosta na competição. “Eu gosto muito dos Jogos Escolares porque lá são todos os esportes juntos para as competições, e nós interagimos com atletas de todo o Brasil”, disse ela.

Depois dos Jogos, Stephany competirá no Campeonato Brasileiro de Natação, “Troféu Carlos Campos Sobrinho”, no próximo dia 29. A competição será realizada em Curitiba. Lá ela vai nadar 100 e 200 metros borboleta.

Os estudantes-atletas contam com o apoio da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel) e Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino (Seduc).


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.