Terça-feira, 23 de Abril de 2019
publicidade
oki.JPG
publicidade
publicidade

Futebol Social

Atletas da Seleção fazem a alegria de alunos de colégio da Zona Leste de Manaus

A atacante Bia Zaneratto e a zagueira Mônica, da seleção Brasileira Feminina, visitaram a Escola Estadual Militar Áurea Braga- CMPM IV em ação social promovida pela CBF e agitaram a criançada no colégio que é referência no esporte local.


06/04/2017 às 12:23

"Não é apenas um jogo". Provando que o futebol tem o poder de elevar os sonhos, atletas da Seleção Brasileira feminina visitaram na manhã desta quinta-feira (6), a escola Estadual Militar Áurea Braga- CMPM IV, na Zona Leste de Manaus, e fizeram a festa de alunos da instituição. A atacante Bia Zaneratto e a zagueira Mônica participaram do evento com as crianças onde observaram e até praticaram alguns esportes diferentes do que elas estão habituadas.

Sorrisos, muita gritaria e brilho nos olhos, o que não faltou foi emoção por parte dos alunos do CMPM IV durante a visita da dupla de jogadoras da Seleção. Por cerca de uma hora e meia, Bia Zaneratto e Mônica conheceram um pouco da rotina dos alunos manauaras e dos esportes praticados na escola.

Depois de devidamente apresentadas, a atacante e a defensora tiveram de ter muito jogo de cintura para atender as dezenas de fãs, que queriam fazer selfies e pegar autógrafos. Sempre atenciosas, Bia e Mônica ainda jogaram badminton e bateram uma bola com as alunas da escola de futsal so professor Reinaldo Thompson, que elogiou a iniciativa da CBF.

"Pra nós é uma emoção muito grande, pois é um projeto que vem crescendo. Em 2015 nós trouxemos algumas meninas pra cá e começamos uma base aqui com crianças de classe muito baixa. E essa é uma oportunidade que elas têm de ver e conhecer essas meninas da Seleção Brasileira e daqui elas podem ter um futuro. Isso porque têm muitas delas que jogam fora e estudam nos Estados Unidos, por exemplo, e pras nossas meninas isso é excelente", pontuou o professor de futsal.

Emoção da Imperatriz

Assim como boa parte das pequenas jogadoras do projeto do professor Thompson, no CMPM IV, Bia Zaneratto iniciou no esporte jogando futsal em Araraquara, no interior de São Paulo. A jogadora, que é a maior goleadora da história da Arena da Amazônia, se emocionou ao lembrar de sua infância durante a visita desta manhã.

"Só de entrar de novo numa escola já pasa um filme na cabeça. Relembro que comecei jogando na escola com os meninos quando tinham torneios na escola contra outras escolas. Então passa um filem na cabeça e você revive todo o seu início  acho isso muito gostoso", disse a atacante afirmando ser gratificante ver a felicidades das crianças com a visita.

publicidade

"Ver a alegria das crianças não tem explicação, a gente vê onde a gente começou e ver aonde a gente chegou. Acho isso super válido e fico muito feliz por isso", concluiu.

Mônica troca experiência

Assim como a atacante Bia, a zagueira Mônica também relembrou do início da cerreira com a visita ao colégio da Zona Leste da capital. A defensora de 29 anos, que atua no Orlando Pride, dos Estados Unidos, disse que sempre existe uma troca de experiência com as crianças.

Mônica até arriscou umas raquetadas no badminton (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

"Com certeza sempre há uma troca, você acaba aprendendo todo dia com todo esse carinho e essa emoção só dá mais energia pra nós e só deixa a gente ainda mais feliz. A gente vê o quanto a gente acredita no futuro e no que a gente ainda pode crescer como país e como esporte. É uma alegria muito grande, uma emoção que não tem explicação", disse a zagueira.   

Treino aberto

Se a festa foi grande com a visita de Bia e Mônica ao colégio Áurea Braga, no bairro Grande Vitória, mais emoções estão reservadas para a tarde desta quinta, no estádio Carlos Zamith, na Zona Leste. Com treino aberto ao público - com a troca do ingresso por um quilo de alimento não perecível - a tendência é que a torcida vá em peso prestigiar todo o elenco verde-amarelo, incluindo Marta, Cristiane e cia.

O treinamento da Seleção Brasileira tem início marcado para às 16h e os ingressos para o treino ainda podem ser trocados até às 14h, nas bilheterias da Arena Amadeu Teixeira, na Zona Centro-Oeste de Manaus.

publicidade
publicidade
Ministra Damares Alves visita abrigo em Manaus para pessoas com deficiência
‘Vocês podem ir lá ajudar a financiar nossas rodovias’, diz Paulo Guedes nos EUA
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.